Maior carreta do Brasil está parada perto de Martins Soares na BR-262

Por Devair Guimarães de Oliveira

A peça para Ipatinga, uma das maiores transportadas pelas rodovias brasileiras, um chassi de laminador para a Usiminas, a peça montada dentro da estrutura metálica para compensar o peso nas 320 rodas

Nossa reportagem foi ver de perto a maior carreta do Brasil com 320 pneus, 120 metros de extensão e pesando mais de 650 toneladas, uma carreta de fabricação americana, de propriedade de uma empresa nacional, puxada por quatro cavalos mecânicos, depois de tumultuar o trânsito por vários problemas, a carreta gigante, que transporta uma peça de laminador para a Usiminas, do litoral capixaba, para Ipatinga, quebrou assim que cruzou a fronteira entre Espírito Santo e Minas Gerais.

O veículo está parado em um trecho da BR-262 em Martins Soares. Quando em deslocamento, provoca congestionamentos quilométricos e vira uma atração pelo seu gigantismo.

Segundo nos informou um dos operadores da gigante, eles agora estão aguardando mais três cavalos que virão dois do Rio Grande do Sul e um de São Paulo para dar prosseguimento na viagem ate Ipatinga em Minas Gerais a previsão era para na sexta-feira 25 estar passando por Manhuaçu na Rodovia BR-262 a partir das 8 horas.

Carreta gigante foi projetada exclusivamente para fazer esse transporte

O veículo, de proporções jamais vistas no Espírito Santo e Minas Gerais, transporta uma peça metálica procedente do Porto de Praia Mole, desembarcada de um navio vindo dos Estados Unidos, com destino à empresa Usiminas, sediada em Ipatinga, Minas Gerais.

Vinte profissionais, entre motoristas, agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mecânicos e seguranças, trabalharão durante a toda a viagem até a cidade mineira, que deverá durar pelo menos 20 dias, conforme previsão.

Quatro horas foram gastas no primeiro trajeto com pouco menos de 22 quilômetros, cumprido pelo veículo transportando a peça metálica entre um posto de abastecimento de combustível localizado na Rodovia do Contorno, em Carapina, Serra, até a sede da PRF em Viana.

Centenas de veículos de todos os portes e modelos formaram uma fila interminável ao longo da Rodovia do Contorno e parte da BR-101 até a sede da PRF. Ficou acertado entre a empresa transportadora e a PRF que na sexta-feira, às 8 horas, a carreta gigantesca deixaria o local de pernoite e seguiria viagem pela BR-262.

E não deu outra foi só a gigante começar a viagem para marcar na história o maior congestionamento da Rodovia BR-262. A PRF informou que a princípio o veículo pesado seguiria até o Sítio Batista, após a cidade de Viana para dar passagem aos veículos.

Na realidade a peça que está sendo transportada cabe na carroceria de uma carreta normal, o problema não é o tamanho e sim o peso e para contrabalançar ela é transportada em uma peça enorme para que o peso seja dividido nos eixos das 320 rodas.

Durante todo o percurso, a carreta fará paradas em pontos predeterminados para dar vazão ao fluxo de veículos. Segundo a PRF, a previsão é de que o veículo leve pelo menos uma semana para chegar a seu destino. Essa era a previsão, mas a carreta quebrou várias vezes e agora encontra-se parada perto de Martins Soares.

Compartilhe...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Share on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone
Últimos comentários
  1. augusto amorim
    Responder -
  2. augusto amorim
    Responder -

Comentários

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Current day month ye@r *