A indignação do povo…

A indignação do povo

Um momento em nosso país, que para todos os lados que andamos ouvimos as reclamações do povo. Vejo com tristeza os problemas que vivemos hoje no Brasil, sempre procurei ser um líder que luta pelo bem do povo, mais infelizmente os governantes não nos dão segurança para dias melhores, cada dia parece pior, devemos lutar em prol da nossa comunidade e do Brasil.

Como podemos vencer a corrupção, depende das autoridades, da justiça em julgar e condenar os que descumpre as leis, mas nós podemos também melhorar bem os nossos políticos sabendo escolher melhor os nossos representantes.

Às vezes me deparo com alguns momentos pensando em como ser líder nos dias de hoje com tanta corrupção, diante do quadro político vergonhoso que vivemos só com mudanças destes políticos que estão sendo investigados há muito tempo, mas que a justiça nunca chega a eles, eles estão protegidos pelo Fórum Privilegiado, que neste caso só poderão ser julgados pelo STF, mas os anos passam e os crimes são prescritos e os políticos ficam impunes, parece que o STF foi feito para defender os políticos, que solta criminosos, mas não mandam prendê-los.

Temer garante que reforma da Previdência não atingirá brasileiros que recebem até R$ 5.645

Em meio às discussões sobre a reforma da Previdência, um dos desafios do governo Federal tem sido rebater argumentos de quem é contrário às mudanças nas regras para aposentadoria. Em entrevista à rádio Bandeirantes, nesta semana, o presidente Michel Temer afirmou que a reforma não vai atingir as pessoas que recebem o limite máximo estabelecido pelo INSS que é R$ 5.645,00.

Os que ganham além desse valor vão ter que fazer uma Previdência complementar. Não significa que eles não se aposentarão com 30, 33 mil reais. Apenas vão ter que pegar uma parte do que ganham por mês e depositar em uma conta suplementar para garantir essa aposentadoria”, explicou o presidente.

Temer disse ainda que, se o texto da reforma não for aprovado pelo Congresso Nacional, o setor previdenciário pode falir, o que acarretaria no fim dos benefícios.“Se nós não concertarmos a Previdência, daqui a dois, três anos a Previdência não resiste. Vejam o que aconteceu com o Rio de Janeiro ou o Rio Grande no Norte. Se a União não socorre, não haveria como pagar os aposentados. Houve impossibilidade de pagamento”, lembrou.

Entre outros pontos, a reforma da Previdência pretende equiparar os regimes previdenciários dos servidores públicos aos do INSS. Segundo a equipe econômica do governo Federal, isso vai acabar com privilégios existentes atualmente no setor.

Na realidade temos muitas distorções no Brasil, onde os poderosos são mais iguais que os outros, podendo quase tudo. A imoralidade e a desigualdade imperam no Brasil, Existem em nosso país mais de 17 mil juízes que recebem auxílio moradia no valor de R$ 4.377,73, mesmo que eles tenham casas próprias, ainda tem os casados que os dois recebem, mesmo morando juntos. A contestação se baseia numa resolução do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) de 2014. Essa resolução diz que juízes casados que vivem juntos não podem receber o benefício de forma duplicada.

O Judiciário deveria ser o primeiro a prezar pela “moralidade administrativa” e pela responsabilidade fiscal. Após a divulgação de que o juiz Bretas e sua esposa recebem um auxílio-moradia cada, o professor de ciência política da FGV Cláudio Couto considerou que o direito defendido pelos magistrados é, na realidade, um privilégio quando comparado com os direitos de outros servidores públicos.

A propósito da violência

“Não tenho medo dos venais; é fácil identificá-los.

Não tenho medo dos ambiciosos ou violentos; quase sempre se destroem.

Tenho medo dos idiotas. O seu poder de causar dano é incomensurável.”

Espera Feliz: Dia do Homem e da Mulher Presbiteriana

Ueziler Nacari Ferreira

03/02/2018 – A aconchegante cidade mineira de Espera Feliz, localizada na vertente ocidental da Serra do Caparaó próximo a divisa com Espírito Santo que é bem servida pela rodovia que cruza a cidade levando os turistas que ora vem sentido litoral outra no sentido o Pico da Bandeira e um complexo turístico que se forma no entorno do parque, das quais esta cidade compõe esse mosaico de alternativas. Como os mineiros sempre recebem bem os seus visitantes, em Espera Feliz não é diferente e todos que por ali passam ou se hospedem.

Como marca de sua economia, vem sendo introduzido esse fator o turismo. que tem na altitude e no seu clima, ótimas condições não só para dias quentes de verão, atrair visitantes para um clima mais ameno entre um dos melhores da região do Caparaó, também a produção de bons cafés que são frutos de junção de clima e altitude, fazendo com que a produção de café dessas montanhas seja um dos mais apropriado para o café mande in exportação.

Nesse clima favorável da Serra do Caparaó que aconteceu ontem no Histórico Templo Presbiteriano, da cidade a comemoração pelo ” Dia do Homem e da Mulher Presbiteriana”. Várias caravanas das cidades do Sínodo Leste de Minas, estiveram presentes. Com o tema: ” Lideranças de Impacto ” a celebração começou as 14:00 e terminou as 19:00. Preletores: Pr Flavio,Igreja de Espera Espera Feliz, Pr. Santiago, Igreja Cidade Jardim de Manhumirim, Pr. Paulo da Igreja de Santa Margarida e o Pr.Anderson Satlher, da 1º igreja Presbiteriana de Manhuaçu. Com uma expressiva presença das diretorias de SAFs e UPHs, como toda as executivas das sinodais de SAFs e UPHs. ainda fez presente as este evento sinodal a Executiva do Sínodo Leste de Minas . Como ressaltou o Presidente do Sinodo:, Anderson Satlher: “…a presença dos nossos irmãos , demonstra que o trabalho em nossas sinodais está vivo…” , ressaltou também a importância deste ano para IPB, pois acontecerão os congressos sinodais nas diversas sociedades, bem como o já ocorrido da mocidade e que acontecerá neste ano o Supremo Concílio . Momento em que a igreja Presbiteriana do Brasil reúne-se para tomar decisões importantes na vida da Igreja. Conclamou a todos, em nossas igrejas a orarem por estes eventos e congressos.

Vigilância Ambiental apresenta resultado do LIRA na cidade

A coordenação da Vigilância Ambiental apresentou o último Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) realizado em Manhuaçu – cidade e distritos – nos últimos dias. A reunião contou com a participação da Secretária Municipal de Saúde, Karina Gama; Conselho Municipal de Saúde; Secretaria Municipal de Educação; Corpo de Bombeiros; FACIG; Faculdade do Futuro e Hospital César Leite.

O levantamento revelou que há alto risco para epidemia no município com IIP (Índice de Infestação Predial) de 5,9%. O índice é considerado preocupante pelo Setor. A secretária de Saúde pontua que todas as ações serão realizadas para que a população não sofra com o Aedes. ‘Para isso, o trabalho conjunto será fundamental para alcançarmos nosso objetivo’, afirmou.

Também foi apresentado o Levantamento do Índice de Infestação Predial (IIP) do município para Aedes albopictus registrado em 1,7% e, o Índice de Breateau (IB) do município para Aedes albopictus de 1,8%. Os dados apontam uma estimativa de recipientes encontrados com larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor e doenças como a dengue, a chikungunya, zika vírus e a febre amarela urbana.

O levantamento indica que a região central da cidade apresentou número alarmante, sendo que os agentes depararam com depósitos de água com nível elevado. Os bairros que compreendem essa área são todos bem localizados. As equipes de controle fizeram um ‘pente fino’ para que cada residência fique catalogada e o morador ciente do problema. Os objetos mais comuns encontrados foram: pneus, garrafa PET e lixo acumulado, considerados locais propícios para o criadouro de Aedes aegypti.

A coordenadora do setor de Vigilância Ambiental do município, Emilce Estanislau, ressalta que a preocupação é maior no distrito de Vilanova, onde existe concentração maior de lixo. No Córrego Boa Vista (Pampulha), o Índice de Infestação Predial teve aumento considerável do foco.

Emilce Estanislau explicou também que, em parte, esse aumento no índice acontece por causa da variação do tempo, já que em janeiro são registradas altas temperaturas e constantes chuvas propícias para a proliferação do mosquito transmissor. ‘Esse reflexo é a falta de cuidado das pessoas, que precisam ficar antenadas. Água parada e caixas sem proteção são coisas que a população tem conhecimento, mas, infelizmente não colocam em prática’, relata a coordenadora da Vigilância Ambiental.

Com a reativação do Comitê de Combate ao Aedes, a participação das entidades será por demais importante para executar as ações e a conscientização das pessoas quanto à eliminação do foco do mosquito. Estes representantes abraçaram a iniciativa, para as ações junto à comunidade. Os agentes de Saúde também estão sendo capacitados para desencadear o trabalho nos bairros.

Emilce Estanislau ressalta a importância da colaboração de todos os moradores, de modo a executar as ações preventivas, principalmente no período chuvoso e propício para a eclosão dos óvulos do mosquito. ‘Só assim teremos dias tranquilos, diminuição dos focos e a certeza da eliminação do Aedes’, conclui Emilce Estanislau.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui