Lula perdeu a oportunidade de fazer diferente…

Lula perdeu a oportunidade de fazer diferente

Quem não se lembra das palavras do candidato Lula que encheram os brasileiros de orgulho, quando ele denunciava Sarney, Antônio Carlos Magalhães, FHC, Fernando Collor e Paulo Maluf, com isso a maioria do povo deu a ele a oportunidade de governar.

Já investido como presidente teve a oportunidade de mandar investigar todos os crimes que ele denunciava como candidato, mas nada fez, começou se aliar aos seus opositores fazendo até muita gente boa sair do PT. Se você pegar hoje todos os políticos presos verá que todos eram amigos bem chegado de Lula a vitória no Rio de Janeiro de Sérgio Cabral teve um grande apoio do ex-presidente Lula, ficou íntimo dos corruptos de todos os partidos e decepcionou o povo brasileiro. Infelizmente manchou sua biografia e entra para a história da pior maneira possível. Sua pena hoje já julgada pela 2ª instância são 12 anos e um mês e ainda as piores acusações ainda estão sendo investigadas.

“Os erros de Luiz!

Você errou, Luíz…

Errou na mão, errou na dose, errou no tempo, errou na história… Contra todo e qualquer argumento, Luíz, você teve a oportunidade histórica de fazer diferente…

Mas escolheu fazer igual, escolheu piorar o que sempre criticou… Esqueceu suas raízes, suas origens humildes e se aliou aos poderosos de plantão…

Esqueceu os seus amigos antigos e olhando apenas pra o próprio umbigo, Luíz, abraçou a traição…

Você errou Luíz…

Errou feio…

Errou no mensalão, errou no petrolão, errou ao escolher e defender

Dilma e ao andar na contramão…

Errou ao deixar seu filho ser o “fenômeno” executivo de plantão… Errou ao deixar o poder e a glória lhe subir à cabeça…

Errou mais ainda ao deixar que o dinheiro e a fama congelassem seu coração…

Errou em Santo André, no São Francisco, no Rio de Janeiro, em Atibaia, em Guarujá, em todo o país…

Errou na presunção de não ter ninguém à altura de sua luz… Errou quando se equiparou em honestidade a Jesus…

Errou de forma trôpega e infeliz…

Você errou muito Luíz…

Errou quando transferiu a culpa pra gente que não podia mais se defender…

Celso Daniel, Marisa Letícia, acusados depois de morrer…

Errou quando disse que nada sabia, quando cinicamente mentia, insistia em não se envolver…

Errou quando foi incapaz de reconhecer um erro sequer, seu ou de seu partido…

Dos genuínos dólares na cueca às reformas e imóveis dos quais “nunca tinha ouvido”…

Como você errou Luíz…

Errou ao perder um dedo, ao fazer segredo de sua voraz ambição! Errou ao se achar “o cara”, errou na auto vitimização!

Errou ao elogiar Chaves, Evo, Maduro, errou na manipulação… Errou com os companheiros Dirceu, Palocci, Delcídio, Vaccari,

Vargas, deixando todo mundo na mão…

E na prisão!

É Luíz…

De tanto que errou, você tanto fez, que agora é a bola da vez… Na marola do mar de lama em que se transformou o seu tempo no poder, não tinha mais como se esconder…

E embora o fanatismo de uns, o ego de outros e o interesse de tantos ainda tentem lhe absolver, mais do que uma pena, você é digno de pena, Luíz…

Todos que lhe conhecem sabem muito bem que seu maior crime foi um assassinato!

Foi você, Luíz, e só você que matou o Lula…

E ao matar o Lula você aniquilou a mais bonita militância política que um partido já teve neste país…

Uma militância legítima, espontânea, verdadeira…

Não a que você conseguiu transformar em gente paga, com pão e mortadela…

Você errou Luíz…

E já passou da hora de pagar as contas por seus erros…

Quem sabe, em sua arrogância insana, você até se sinta feliz… Afinal você vai em cana! E cana é tudo o que você sempre quis!”

Com informações de Marieta Severo

O vendedor de cocadas em Manhuaçu

Este rapaz é um exemplo de pessoa do bem, faz seu trabalho da melhor maneira possível nas ruas de Manhuaçu, todos os dias ele percorre as ruas vendendo suas cocadas, é dedicado e um exemplo de bom vendedor, se ele entra em uma repartição que tenha 20 a 30 pessoas ele oferece individualmente sua cocada para cada um. O bom vendedor é assim, mesmo não vendendo sua cocada naquele momento, no outro dia ele está novamente oferecendo o seu produto, é aquele negócio do dito popular, Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.

Significado: A expressão louva a persistência como virtude que vence a dificuldade, ou seja, insista que você consegue.

Histórico: Há registro de dois milênios em Ovídio (43 a.C.-18 d.C.), poeta latino, autor de A arte de amar e Metamorfoses: “A água mole cava a pedra dura.” É tradição de várias culturas formar rimas nesse tipo de oração para facilitar a memorização. Foi o que nós, de língua portuguesa, fizemos com o provérbio.

Artesanato Da Tia Léia Vargas Tia Leinha o ato que você concedeu a esse rapaz foi maravilhoso!!

Sabemos o quanto ele é esforçado vendendo suas COCADAS agora com essa nova caixa será um ARRASOOOO! Parabéns

Dizem que a justiça é lenta

As nossas leis com a lentidão de sempre têm beneficiado muitos políticos, que acabam prescrevendo e o infrator ficando impune, esta semana mesmo em BRASÍLIA – A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, se manifestou ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo o arquivamento de um inquérito que investiga o senador José Serra (PSDB-SP). A investigação, baseada na delação premiada de Joesley Batista e outros executivos da JBS, apura supostas irregularidades envolvendo a prestação de contas à Justiça Eleitoral durante a campanha do parlamentar à presidência da República em 2010.

É interessante observar que parece que o STF é mais protetor dos políticos do que um colegiado Supremo para fazer cumprir a Lei. E os políticos estão tão acostumado a este sistema que com a Lava Jato apurando e dando respostas ao povo brasileiro. Devido as dezenas de políticos envolvidos em corrupção que alguns ao serem condenados acham que a justiça foi muito rápida.

Rodrigo Pacheco cogita ser candidato ao governo de Minas

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deputado federal Rodrigo Pacheco (MDB), se reuniu, no dia 22 segunda-feira, em Brasília, com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM).

No encontro, Maia reforçou o convite feito em setembro para que Rodrigo Pacheco se filie ao DEM e concorra ao governo de Minas pelo partido nas próximas eleições. Maia também não descarta a possibilidade de o DEM apoiar uma candidatura do MDB no Estado, caso o partido decida lançar candidato próprio e não reedite a aliança com o PT. Maia é pré-candidato à Presidência da República e precisa de um palanque forte em Minas. Rodrigo Pacheco reafirmou a Maia que trabalha para viabilizar a candidatura própria do MDB, mas que não descarta a proposta do DEM. “Independentemente de filiação partidária, o importante é que os partidos estejam unidos em um propósito comum de resgate do estado de Minas Gerais”, disse o deputado Rodrigo Pacheco.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui