MG: Apoio para municípios afetados por chuvas vai chegar o mais rápido possível

Segundo Helder Barbalho, para que as ações de socorro cheguem, é preciso apenas que seja concluído o reconhecimento federal da situação de emergência

O ministro da Integração, Helder Barbalho, garantiu que o governo vai prestar assistência aos municípios afetados pelas fortes chuvas em Minas Gerais o mais rápido possível.

“Estaremos em diálogo tanto com o governo do Estado, quanto com as prefeituras para que as ações possam chegar o mais rápido possível, trazendo tranquilidade para a sociedade local.”

De acordo com o ministro, é preciso apenas que seja concluído o reconhecimento federal da situação de emergência, para que as ações de socorro cheguem aos locais afetados.

“Nós estamos apenas aguardando que haja a conclusão das informações para que haja o reconhecimento nacional da situação de emergência nos municípios e, em seguida, viabilizar recursos para reconstrução e trazer, claro, todas estas cidades a plena normalidade para a população local.”

Segundo o Boletim Estadual de Proteção e Defesa Civil, devido ao grande volume de chuva nos últimos dias, diversas regiões do Estado estão sob Estado de atenção para ocorrência de deslizamentos, alagamentos e transbordamento de córregos e rios.

Por enquanto, sete municípios decretaram situação de emergência por conta das chuvas. Eles são: Buritizeiro, Cristina, Jaboticatubas, Tombos, Congonhas, Novo Cruzeiro, Ribeirão das Neves.

O reconhecimento federal tem vigência por 180 dias, contados a partir da publicação da portaria no Diário Oficial da União e permite que a Prefeitura tenha acesso às ações do governo federal para socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação de áreas afetadas pelos desastres naturais.

Para ter acesso aos recursos, o município deve apresentar à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, um Plano Detalhado de Resposta (PDR) para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, no prazo de 15 dias; ou um Plano de Trabalho com o relatório diagnóstico para as ações de recuperação das áreas danificadas no prazo de até 90 dias. As solicitações são feitas por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres, disponível no endereço: www.mi.gov.br/defesa-civil/s2id.

Quem puder doar água mineral, alimentos, materiais de limpeza, de higiene pessoal, roupas de cama, colchões e telhas, entre em contato com a sede do Serviço Voluntário de Assistência Social, o SERVAS. Quem quiser doar dinheiro e ajudar as vítimas das chuvas em Minas Gerais, pode fazer o depósito na Caixa Econômica Federal, banco 104, Agência 1667-5, operação 003, conta corrente 4031-7. O CNPJ do Servas é o 17.385.840/0001-12.

Reportagem, Cintia Moreira.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here