Ministério da Saúde libera R$ 5 milhões para vítimas da tragédia de Janaúba

O prefeito do município de Janaúba, Carlos Mendes, foi recebido no Ministério da Saúde para tratar da destinação dos recursos

Para reforçar a assistência às vítimas do incêndio na creche Centro Gente Inocente de Janaúba, em Minas Gerais. o Ministério da Saúde enviou cinco milhões de reais. O anuncio foi realizado nesta terça-feira (10/10), pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros. Cada uma das instituições de saúde que receberam feridos vítimas da tragédia vai ter um reforço de dois milhões de reais para compra de equipamentos, medicamentos e outros insumos usados no tratamento a queimados.

“Um milhão de reais que serão aplicados no reembolso das despesas que a prefeitura teve. Em um apoio a um centro de feridas. E também, estamos anunciando recursos para o Hospital João XXIII e para a Santa Casa de Montes Claros que foram os hospitais que atenderam o maior volume de pessoas que foram atingidas nesse acidente. Os recursos serão liberados de imediato para que possam fazer efeito ainda para as pessoas que precisar continuar tendo atendimento por um bom tempo”.

O prefeito do município de Janaúba, Carlos Mendes, foi recebido no Ministério da Saúde para tratar da destinação dos recursos.

“Nós queremos, agora, focar que a todas as famílias e o seus pacientes seja garantido, a todos, o atendimento médico, psicológico, o médico psiquiátrico, o atendimento às feridas, para que essas famílias tenham amenizado tamanho sofrimento que Janaúba passa”.

O incêndio na creche vitimou 40 pessoas, entre crianças e adultos, na semana passada. Até o momento foram registradas 11 mortes e 13 pessoas estão internadas em Belo Horizonte. O Sistema Único de Saúde oferece tratamento integral e gratuito às vítimas de queimaduras, em qualquer um dos hospitais de média e alta complexidade do Brasil. Atualmente existem 241 leitos específicos para vitimas de queimaduras.

Reportagem, Janary Damacena.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here