A cigana

7

Passando por uma Praça em Angra dos Reis (RJ), um jovem pastor foi chamado por uma cigana:

– Venha, moço! Venha saber sua sorte!

Diferentemente de nós, que muitas vezes fugimos quando nos defrontamos com um pedido assim, ou então dizemos evasivamente “Minha sorte é Jesus!”, o pastor atendeu ao pedido e foi em direção à cigana, que continuou:

– Me dê a mão, moço. Vou ler a sua sorte. O pastor respondeu:

– Me dê primeiro a sua, que vou ler a sua sorte.

– Ah, o senhor sabe ler a sorte também?

– Sei – disse o pastor, já tomando na mão da cigana e dizendo: – Aqui está escrito que a senhora é uma grande pecadora e que precisa de um grande Salvador. E este Salvador é Jesus!

Num puxão, a cigana rapidamente retirou a mão e disse: – Vai embora, vai embora! Eu sei disso, mas agora não posso aceitar. Um dia ainda vou ser crente! (Fonte: http://estoriasdepulpito.blogspot.com.br/– acesso em 03-09-2014).

Todos precisamos de Jesus, não só para sabermos o que vai acontecer conosco, o que será da nossa sorte, mas precisamos dele para ir conosco na direção do futuro. São muitas as incertezas que nos assediam na jornada da vida. O cristão, porém, é a única pessoa que não precisa temer a chegada do futuro. Porque, como os salmistas filhos de Corá deixaram claro, a opção que o fiel fez por viver em parceria com Deus lhe garante paz e segurança: “Porque este Deus é o nosso Deus para todo o sempre; ele será nosso guia até a morte” (Sl 48.14). São apreciáveis as palavras do ainda não identificado poeta L. W., ao dizer: “Sei que Deus o meu futuro / tem nas suas mãos” (Cantor Cristão, no. 332). Aquele que é senhor do sábado (Lc 6.5), senhor da natureza (Mt 8.27), senhor da morte (Jo 11.43-44), é igualmente senhor do futuro. Jesus não lerá a sua mão, ele irá tomá-la e guiar você pelas “veredas da justiça” (Sl 23.3). Como disse alguém, você não precisa ter medo do futuro, porque o Senhor já está lá.

Pr. João Soares da Fonseca

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui