Deus precisa de gente fraca

144

Kathy e Joni Eareckson eram jovens, cheias da alegria de viver. No dia 30 de julho de 1967, foram à praia de Cheasapeake Bay, em Baltimore, EUA.

Ao mergulhar, Joni, 17 anos, bateu a cabeça numa pedra, e foi levada às pressas para um hospital. Os médicos nada puderam fazer: Joni ficaria paralisada do pescoço para baixo para o resto da vida.

Levada a uma pequena igreja, vários pastores a ungiram com óleo e fizeram comoventes súplicas a Deus por ela. Despediram-na dizendo que ficasse atenta, pois dentro de alguns dias estaria curada.

Semanas e semanas se passaram, e nada de cura. Dúvidas tomaram conta da mente de Joni: Será o Deus de hoje o mesmo de ontem? Seria falta de fé? Não era ela digna da graça da cura? Haveria pecado não confessado?

Joni conta que levou seis anos, estudando a Palavra de Deus, procurando algum sentido para a sua tragédia pessoal. Só então entendeu que o Senhor é soberano e faz o que convém à Sua vontade.

Deus não devolveu os movimentos ao seu corpo, mas desde então Ele tem usado poderosamente o seu testemunho em todo lugar. Muita gente tem sido edificada ao entrar em contato com a história da jovem de Baltimore, história que ela fez publicar em 1976.

Em 1979, ela iniciou um ministério próprio, visando à evangelização de pessoas portadoras de deficiência física.

Já contam mais de 30 os livros por ela publicados, e que tanto bem têm feito a tanta gente.

Joni apresenta um programa de rádio em 850 estações repetidoras.

Já distribuiu 14 mil cadeiras de rodas em diversos países.

Ela financia um retiro anual para 500 famílias de deficientes.

Com sua atuação, contribuiu decisivamente para a mudança das leis norte-americanas em benefício dos portadores de deficiência física.

Se você se sente debilitado, então você é o elemento ideal para o exército de Deus. Nesse exército, os soldados são fracos, mas o general é invencível.

Pr. João Soares da Fonseca – jsfonseca@pibrj.org.br

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui