O imperativo da alegria (1)

33

Um hospital americano publicou em 1997 um artigo intitulado: Por que o humor é tão importante?

“Pesquisas revelam que há 18 tipos diferentes de sorrisos. Treze músculos são utilizados no mecanismo de um sorriso. Já para franzir o cenho (fechar a cara), 50 são utilizados. Quer manter a beleza? Então, sorria! Você tem que franzir, ficar sério, 250 mil vezes para formar uma ruga. Rindo, você terá menos rugas. A gargalhada diminui o nível de cortisona no corpo. A cortisona agride o sistema imunológico. Ao diminuir o nível de cortisona, você fortalece o sistema imunológico e, portanto, evitará doenças. A gargalhada estimula o coração e os pulmões, eleva a pressão sanguínea e melhora a respiração. Em termos de exercício, se você rir 100 vezes ao dia, você poderá obter os mesmos benefícios que obteria se remasse por 10 minutos. Por que suar a camisa se você pode gargalhar?

“Você sabia que gargalhar por 15 segundos acrescenta 2 dias à sua vida?

Resumindo a mensagem do hospital: rir continua sendo “o melhor remédio”. Ao sorrir, você está melhorando sua saúde, seu humor, suas amizades… Quando eu soube disso, não fiquei surpreso. Os crentes já sabiam disto há muito tempo. Porque o exame da Palavra aponta para a seguinte conclusão: Ninguém é mais alegre do que aquele que teme ao Senhor.

Qual é o contrário de um cristão? Pagão? Incrédulo? George Bernanos responde: “O contrário de um povo cristão é um povo triste” (Diário de um pároco de aldeia, p. 18). Porque ninguém é mais alegre do que aquele que teme ao Senhor. A Bíblia não é um livro fúnebre. Ela dá grande destaque à alegria. O salmista disse: “Puseste alegria no meu coração, mais do que no tempo em que se lhes multiplicaram o trigo e o vinho” (Sl 7.4). O salmista diz que a alegria em seu coração era obra de Deus. Deus é agente e fonte da verdadeira alegria. Portanto, a alegria cristã vem de cima; ela é fruto de uma operação de Deus.

Pr. João Soares da Fonseca

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui