Poemas…

6

 Distorcida.

 

Tira um pouco mais

Todos os meus desejos

Deixa-me vazia

Nessa avalanche de agora

Para que no fundo

Eu fique cheia

Grávida

Ávida

De tua vida

Vadia.

 

Eliane Alcântara.

  

***

 

Algum mar.

 

Invento barco

Na barcaça de meu porto

E me importo no imposto

Das palavras desprendidas

De águas selvagens

Enquanto vôo gaivota

Ondas

Maresia

Plexo

Reflexo de nossos crimes.

 

Eliane Alcântara.

 

***


prestação.

 

suma ou não

o sumo arde a vista

aviste o prazo

amo-te sem descontos.

 

Eliane Alcântara.

 

***


Fluidez.

 

Meus olhos são barragens rompidas,

Tramas da vida na sina de habitar tua carne.

Rio em reclame, peixe em pirueta,

Morte em ribanceira. São olhos de saudade vazante.

 

Eliane Alcântara.

1 COMENTÁRIO

  1. È com enorme alegria que venho a aqui unicamente para ler os poemas da Eliane, seus poemas sao maravilhosos e esta para breve lançamento de seu primeiro livro! Espero q o povo de lajinha n esqueça de comprar e divulgar, poetas ha muitos por aí mas Eliane Alcântara ha so uma! beijosssssssssssss

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui