É assim que se fala – É proibido entrada

61

É muito comum o erro com esse tipo de frase. Normalmente as pessoas cometem um tipo de erro de concordância, mais ou menos assim: “É proibida entrada” ou “É proibido a entrada”. O “segredo” é o seguinte: se você usar o artigo “a” antes da palavra entrada, escreva PROIBIDA (É proibida a entrada); se não usar o artigo “a”, use PROIBIDO (É proibido entrada). O mesmo ocorre com outras palavras, como ” Água é BOM para a saúde ou “A água é BOA para a saúde. Fique, portanto, atento(a).

*QUAL É O CERTO?*
1.a) Eu deveria ter TRAGO o livro. b) Eu deveria ter TRAZIDO o livro.
2.a) Ela está entre AS MILHARES de mulheres bem-amadas. b) Ela está entre OS MILHARES de mulheres bem-amadas.
3.a) Metade das pessoas ESTÁ DESILUDIDA com a justiça. b) Metade das pessoas ESTÃO DESILUDIDAS com a justiça.
4.a) Ele não se lembrou de que HAVERIAM muitas festas naquela semana. b) Ele não se lembrou de que HAVERIA muitas festas naquela semana.
5.a) DEVE haver muitas festas esta semana. b) DEVEM haver muitas festas esta semana.
6.a) DEVEM existir muitas pessoas honestas na política (será?…) b) DEVE existir muitas pessoas honestas na política.

*RESPOSTAS COMENTADAS*
1. b – O particípio do verbo trazer é TRAZIDO. TRAGO é presente do indicativo de trazer e tragar. Diz-se, portanto, corretamente: Eu deveria ter TRAZIDO o livro. / Eu TRAGO o livro todos os dias. Há também o substantivo TRAGO, porção de bebida, geralmente alcoólica, que se toma de uma só vez, ou de uma “talagada”, como se diz.
2.b – MILHAR é substantivo masculino. Todas as palavras que se referem a ele devem, portanto, ficar também no masculino. Veja outros exemplos: OS MILHARES de árvores plantadas são da flora nacional. / ALGUNS MILHARES de crianças são assassinadas todos os dias. / Para onde voam ESSES MILHARES de aves?
3. Ambas as frases estão corretas. A palavra partitiva METADE, quando acompanhada de adjunto adnominal no plural, admite duas concordâncias. A concordância poderá ser feita com ela, METADE, no singular, ou no plural com a palavra que a acompanha. Veja este outro exemplo: Com o atraso do palestrante, palestrante, metade dos ouvintes FOI (ou foram) embora.
4.b – O verbo HAVER usado no sentido de ACONTECER, OCORRER ou EXISTIR não tem plural, pois é verbo impessoal. Ele não se lembrou de que HAVERIA (=aconteceriam, ocorreriam) muitas festas naquela semana. Observe que se forem usados os verbos acontecer ou ocorrer, estes irão para o plural. Também haver fica no singular em frases do tipo: HAVIA muitas pessoas na reunião.
5.a – DEVE haver muitas festas esta semana. Auxiliar de verbo impessoal também não vai para o plural. O verbo principal – haver – tem na frase o sentido de existir. Como se sabe, quando significa existir, o verbo haver não vai para o plural e transmite ao seu auxiliar – dever – a sua impessoalidade.
6.a – DEVEM existir muitas pessoas honestas na política. Quem vai enfrentar um concurso deve ficar atento a esse tipo de frase, muito comum nas provas. O verbo existir não é impessoal. O seu auxiliar concorda normalmente com o sujeito (muitas pessoas).

*ONDE ESTÁ O ERRO?*
1. ” Para as pessoas que desejam engordar, recomenda-se, ao invés de natação, por exemplo, fazer musculação…”
2. ” O banco que é melhor administrado é o melhor para ajudar você a administrar sua empresa.”
3. “Ainda dentro da ambulância, a mãe deu a luz a uma linda menina.”

*RESPOSTA COMENTADA*
1. O erro está no uso da expressão “ao invés de”, que significa “ao contrário de”. Essa expressão deve ser usada quando as palavras a que se refere têm sentidos opostos. Natação não é o contrário de musculação. A expressão correta ali é “em vez de”, que significa “ao contrário de”. É muito comum a confusão que as pessoas fazem no uso dessas duas expressões. Para não errar, é mais seguro usar “ao contrário de”, que sempre está certa.
Veja os exemplos: Ao invés de ficar, saiu. (Correto, ficar é o contrário de sair) / Ao invés de falar, saiu correndo. (Errado, pois falar não é o contrário de sair correndo). Nos dois casos, poderia ser usada corretamente a expressão “em vez de”.

Se você tem comentários, perguntas ou sugestões, pode encaminhá-los à redação ou transmiti-los pelo e-mail: [email protected]

5 COMENTÁRIOS

  1. Hoje eu vi no jornal o repórter dizendo ” Hoje ele vai ser trazido”, porém eu sei que a regra quando têm dos particípios: TER/HAVER = ado/ido então o correto seria: “Hoje ele vai ser trago”, gostaria de sua explicação do porquê da fala do repórter.

  2. Matéria Show de bola!
    Será que vc não teria uma matéria publicada em jornais online ou impressos com erros de concordância nominal para me enviar, estou com um trabalho de Português?!
    Desde já obrigado.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui