O DESCONTROLE CLIMÁTICO MUNDIAL

62

As alterações climáticas que vimos desde o final de 2009 são extremamente preocupantes. Quando alguns anos atrás Al Gore ( ex vice-presidente americano) lançou seu documentário “ Uma verdade inconveniente”, aquilo foi tomado apenas como presságio de um futuro longínquo. Poucas pessoas e Governos encararam que os danos que o homem provoca na natureza terão revanche e que esta revanche não vai esperar muito para explodir. Já está explodindo. Chuvas descontroladas, secas e desertificações permanentes em áreas desmatadas, inundações, derretimento de geleiras, aumento das temperaturas, frio e calor em grau máximo… conseqüências que chegaram antes do previsto. Mas o que era previsto? O que de fato o homem tem feito ao longo do tempo que preservasse nosso planeta?

A indiferença com que o tema é tratado em cúpulas sobre meio-ambiente é chocante. Existe sim uma mobilização para falar sobre o assunto, demagogicamente, mas na hora dos investimentos a coisa muda de figura. Sim porque para salvar o planeta é preciso investimento e bem alto.

Como cidadãos comuns, percebemos que até em nosso meio é difícil tentar praticar ações que ajudem o meio ambiente. A coleta seletiva exige esforço e dedicação de quem faz a separação e rende uns trocados para quem recolhe e leva até as usinas. Não se pode mais tomar uma cervejinha na praia sem que 20 pessoas venham te perguntar se podem levar a lata… mas isso é tão pouco! Coleta seletiva pública? Essa nem pensar.. pegue seu lixo reciclável e leve até um supermercado que precisa deste marketing do bem, que ele se encarrega de contribuir com a limpeza do meio ambiente.

Tente trocar sua energia elétrica por energia eólica para ver o valor absurdo que se deve investir. Tente trocar seu telhado para ter energia solar, você realmente tem que ser bem abonado para salvar o planeta! Então nós temos um objetivo comum mas não temos nenhum incentivo dos Órgãos Públicos para fazer a nossa parte. Somos tolhidos em nossas iniciativas por tantas dificuldades impostas.

Enquanto isso o tempo continua louco. Cada vez mais descontrolado e colocando em risco nossas vidas e as das gerações futuras que a esse ritmo não vão ver um urso polar, os pingüins, a Antártica e a Califórnia. Tudo será parte de um mundo que já existiu mas que pela indiferença e ganância global terá desaparecido.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui