Caixa Cultural promove no Rio mostra inédita de filmes sobre arte de rua

109

Pela primeira vez no Brasil, as manifestações artísticas desenvolvidas no espaço público, que têm no grafite sua expressão mais conhecida, são tema de uma mostra de cinema. A partir de hoje (23), a Caixa Cultural no Rio apresenta Caradura – Mostra Internacional de Filmes de Arte Urbana, com uma seleção de curtas, médias e longas-metragens que retratam esse movimento artístico, presente hoje em todas as grandes cidades do mundo.

São cerca de 30 documentários, filmes experimentais e de ficção, que serão exibidos até o dia 4 de novembro, quando a primeira edição do Caradura terminará com um debate sobre a arte urbana no Brasil. Na programação, estão trabalhos de cineastas renomados, como os franceses Chris Marker e Agnés Varda, e o documentário Style Wars, premiado no Festival de Sundance, nos Estados Unidos, em 1984.

Para o curador da mostra, o chileno Pablo Aravena, a iniciativa é muito importante para fomentar a produção audiovisual sobre a arte urbana brasileira, “tão reconhecida e admirada fora do país”. Apenas dois longas –Pixo e Luz, Câmera e Pichação – e quatro curtas a serem exibidos na mostra são produções brasileiras. “A realização de filmes sobre esse tema ainda é algo muito novo no país”, afirma Aravena, produtor e curador de arte de rua que vive em Montreal, no Canadá.

As sessões da Mostra Internacional de Filmes de Arte Urbana serão de terça-feira a domingo, às 14h, 16h e 18h, com ingressos a R$ 2 e R$ 1, a meia-entrada. A Caixa Cultural fica na Avenida Almirante Barroso, 25, no centro do Rio.

Agencia Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui