Comendador Fabrício restaura Capela do HCL

284

Por Carla Mota

Capela do Hospital César Leite
Capela Santa Terezinha - HCL

Erguida em nome de um amor sincero e maior, a Capela de Santa Terezinha foi o presente de casamento de Féres Dumith para sua esposa, Professora Custódia Thébit Féres. Estamos falando de uma época em que grandes amores eram erguidos, doados e “ave!”, para aqueles que foram personagens desta história, lá pelos idos de 1928.
A Capela do Hospital César Leite encontrou o artista certo para sua restauração: o Comendador Fabrício Santos, um expoente das artes plásticas, que Manhuaçu reverencia por sua dedicação a um universo tão complexo e admirável que é o mundo das belas artes. A ele cabe agora, entregar este presente à nossa comunidade.

Projeto

“Apresentei meu projeto de restauração, indicando as técnicas a serem utilizadas e um cronograma de trabalho, que será finalizado o dia 05 de agosto, ao Padre Renato Dutra Borges, responsável pela administração da Capela. Ele aprovou, e estou aqui, diante desta obra-prima, com meu trabalho e muito amor por este patrimônio cultural de nossa cidade”, fala Fabrício Santos.

Abertura

“Contudo, a abertura para visitação pública somente ocorrerá em 10 de agosto próximo, em comemoração ao Dia de São Lourenço, Santo Padroeiro da cidade. Até lá, trabalharei com as portas fechadas, afinal quero surpreender nossa comunidade católica, mas, acima de tudo, trabalho com máximo de carinho e responsabilidade”, completa.
Caminho

Comendador Fabrício Santos
Comendador Fabrício Santos

Fabrício Santos tem uma trajetória que se converge nessa obra de restauração – o menino do interior que se apaixona pelas artes seguiu um caminho com poucos recursos financeiros, mas imensamente rico de criatividade. Daí, passo a passo; incansável; determinado; foi ao encontro de concursos; expôs seus trabalhos; aprimorou suas técnicas em vários cursos; promoveu eventos interestaduais, abrindo espaço nos Estado de Minas, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro.

Ouro
Dos concursos mais recentes, realizados nos últimos três anos, sempre trouxe o ouro para Manhuaçu, como destaque máximo das exposições, ficando entre os 60 melhores artistas plásticos no Brasil, na categoria Arte Contemporânea. Assim, acontece a seleção de sua obra para o Salão Internacional de Artes Visuais, organizado pelo Sindicato dos Artistas Plásticos de São Paulo.

Japão

Também participou com sua obra, do Centenário da Imigração Japonesa, e seu quadro foi divulgado no segundo cartaz comemorativo do evento, que mobilizou os dois países. Após mais uma medalha de ouro em um concurso no RJ – categoria Arte Sacra – foi selecionado para o I Circuito Internacional de Artes Plásticas – Alemanha Polônia e Áustria, e sua obra alcança fronteiras internacionais.

Planeta

Sua preocupação com o meio ambiente trouxe-lhe a inspiração certa para produzir dois quadros, que foram selecionados para o II Circuito Internacional de Artes Plásticas – Hungria Eslováquia e Áustria. E lá vai nosso artista mais uma vez alcançando novas fronteiras, em ritmo leve, mas focado na dedicação e aprimoramento profissionais.

Academias

Fabrício Santos também alçou voos junto a três Academias de Ciências, Artes e Letras e é membro da Academia dos seguintes municípios da região dos lagos no Estado do Rio de Janeiro: Cabo Frio Iguaba Grande e Arraial do Cabo. Além destas, ele também é membro da Academia de Artes e Letras da Mantiqueira, município de Água de Lindóia, ocupando a cadeira de nº 69, tendo como Patrono Alberto Veiga Guinard – o fundador da Escola de Belas Artes de Belo Horizonte (MG).

Comendador

No mês de junho passado, Fabrício Santos foi indicado pelo Conde Thiago de Menezes, para receber a Medalha do Mérito Presidente JK. “Desta vez, eu fui surpreendido, além da Medalha, recebi o Título de Comendador, ou seja, o Grã Colar no Grau de Comendador Grande Oficial, registrado junto ao Ministério do Exército,” fala com grande alegria da homenagem que recebeu.

Natural

Sobre o título de Comendador, ele observa: “sei que esta homenagem é fruto do meu trabalho e dedicação às artes, como destacou o Conde Thiago de Menezes, pelo trabalho que realizei nos Estados de Minas, Rio, São Paulo e Espírito Santo. Vejo-a de forma natural, pois nos meus 12 anos de carreira profissional, preparei-me, fui subindo devagar cada um dos degraus desta vitória. Hoje, com o reconhecimento nacional e internacional, sei também da grande responsabilidade que trago. Afinal, a arte é um dos meios mais sérios de se transitar, pois a cultura inserida no universo da humanidade é o que há de mais representativo do ser humano, envolvendo não apenas técnicas, mas, sobretudo, a sensibilidade e as emoções em três ângulos: a do artista, a do apreciador e a da própria obra, que por si só também, possui sua linguagem em códigos transmitida tanto pelo artista aprendiz como pelo virtuose da arte”, ressalta o Comendador.

Presentes

Após esta vitória, o Comendador Fabrício Santos tem dois presentes a compartilhar com nossa gente: um livro contando sua autobiografia que será ilustrada com suas obras deverá, em breve, ser escrito por ele e a realização do maior evento de artes que nossa região já presenciou, está com data marcada para novembro, reunindo em Manhuaçu, obras de 150 artistas plásticos no Minas-Rio 2009 Intercâmbio Cultural. “Neste evento, no qual sou o Curador Geral, apresentaremos seis categorias de arte: pintura, mosaicos, desenho e caricatura, fotografia, arte digital e esculturas,” finaliza.

ASSESSORIA DE IMPRENSA HCL – MANHUAÇU
Jornalista: Carla Mota – RP 3434

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns comendador FABRÍCIO,
    VOCÊ MERECE TODAS AS HONRAS.
    Saudações imortais,
    Sílvia Araújo Motta-
    Presidente Fundadora da ALB-MG
    clubedalinguaport@gmail.com

    RECONHECIMENTO MERECIDO:

    Hospitaller Order of Saint Lazarus of Jerusalem – Grand Priory of Brasil
    Officially consecrated on October 2nd 2010 in Malta, the Grand Priory of Brazil is a member of the United Grand Priories of the Hospitaller Order of Saint Lazarus, an international chivalric organisat…

    Solemn Investiture Ceremony
    sábado, 3 de Março de 2012 às 10:30
    San Gennaro’s Church – São Paulo / SP – Brazi

  2. Estou chocado com essa informação incorreta Carla.
    A história de amor aí pode até ser verdade, mas os nomes estão errados, pois o Major Féres Dumith era pai da Tia Custódia.
    Tenho certeza que o Amir e o Omar podem esclarecer isso melhor.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui