Expedição Sorriso Solidário chega ao Vale do Jequitinhonha

154

Cachoeira do Norte, no município de Chapada do Norte, no Vale do Jequitinhonha, é o primeiro distrito a recepcionar a Expedição Sorriso Solidário. Os integrantes saíram de Diamantina, nesse domingo (13), para uma viagem de conhecimento, troca de saberes e ação transformadora.

Durante duas semanas uma equipe multidisciplinar vai atender às comunidades, nas demandas de saúde bucal, meio ambiente, educação, arte e cultura. A expedição é uma parceria com o Instituto Brasil Solidário (IBS).

Para a gestora do Programa Turismo Solidário em Chapada do Norte, Ivanete Guedes dos Santos, “essa primeira ação do programa no distrito de Cachoeira do Norte vem para valorizar o ser humano e reconhecer a riqueza da cultura local”.

Pais, alunos, professores, gestores, todos se envolveram nas atividades. Na parte da manhã, as crianças puderam participar da criação de um viveiro de mudas, onde foram plantados pequenos pés de maracujá e de goiaba, numa ação voltada para a preservação do meio ambiente.

Na área de saúde bucal três miniconsultórios Olsen foram montados para dar atendimento de prótese e prevenção. Já na esfera cultural, os professores lotaram a sala para a apresentação da Cia de Inventos, que repassou, em oficina, as técnicas de manipulação de bonecos.

Para a coordenadora da Secretaria de Cultura de Chapada do Norte, Fabiana Cinara Vissoto, desde 2006, já está sendo implantado o Turismo Solidário na região, com o envolvimento das lideranças locais, profissionais e receptivos, mas só agora as ações estão tomando corpo. “O interesse por essa forma de turismo, desperta a consciência prática sobre a cultura, um bem de todos”, acrescentou.

Parcerias e expectativas

A I Expedição Sorriso Solidário só foi possível pela parceria entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan), através do Programa Turismo Soliário, o Instituto Brasil Solidário (IBS) e a Estação Conhecimento, da Vale, patrocinadora do evento.

De acordo com a diretora do IBS, Ana Elisa Salvatore, essa ação vem sendo “costurada” há três anos e, para ela, é um momento de grande satisfação poder trazer a expedição até o Vale do Jequitinhonha. Ela ressalta que toda a equipe está realizando um trabalho em três vertentes principais: educação, meio ambiente e cultura, além de inclusão social e digital.

Por Agência Minas

1 COMENTÁRIO

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui