Resultado do Enem sai até o dia 29 deste mês

297

enem-150x150Enem 2009 – O Ministério da Educação pretende antecipar a divulgação do resultado do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). A intenção é divulgar as notas dos estudantes já na próxima semana. A previsão inicial era que o resultado da prova, realizada nos dias 5 e 6 de dezembro, fosse divulgado apenas em fevereiro.

Resultado do Enem pode sair dia 26 de janeiro

Os candidatos a uma vaga em universidades federais que adotaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como sistema único de seleção terão seis dias para fazer a primeira opção de curso e instituição.

O sistema poderá ser acessado entre os dias 29 de janeiro a 3 de fevereiro, estima o Ministério da Educação. A página na internet http://sisu.mec.gov.br onde estará o sistema de inscrições está em fase final de ajustes.

O programa oferecerá apenas as vagas das universidades que adotaram o Enem como única forma de seleção.

Serão três rodadas. Na primeira, o candidato terá de apontar a sua primeira opção de curso. Entre 29 de janeiro e 3 de fevereiro, o aluno poderá mudar a escolha de curso e universidade quantas vezes quiser.

Correção das provas

A correção das provas do Enem é feita pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe), da Universidade de Brasília (UnB), e pela Fundação Cesgranrio. As duas instituições assumiram a responsabilidade pela organização do exame depois que a primeira edição da prova foi cancelada por causa do vazamento de questões.

Realização de duas provas em 2010

O ministro da Educação, Fernando Haddad, quer realizar duas edições do Enem ainda este ano. Ele defende que a empresa responsável pelo próximo Enem seja contratada sem licitação. Ele argumenta que a USP não faz licitação e que o MEC poderia seguir o mesmo modelo. Para Haddad, há o risco de numa concorrência comum as participantes reduzirem o preço, sacrificando os itens de segurança da prova.

Vazamento das provas

Depois do vazamento da primeira versão da prova do Enem, o MEC abriu auditoria interna para apurar o caso. A Polícia Federal também instaurou inquérito. Com base nos resultados da auditoria interna e do inquérito, o Inep notificou o Consórcio Nacional de Avaliação e Seleção (Connasel) para reaver o dinheiro gasto. Foram pagos R$ 37,2 milhões ao consórcio. Dois diretores do Inep foram exonerados, e uma sindicância interna foi instaurada

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui