Centro de Treinamento do Boston City FC Manhuaçu

940

Começa em Manhuaçu um dos mais brilhantes empreendimentos na área esportiva e que muito contribuirá para a socialização, pois é consenso no mundo inteiro que o esporte muda a vida dos jovens, é o melhor caminho para tirar a juventude das drogas, do crime e do álcool, temos vários exemplos no Brasil, de como o esporte é importante na área social. Manhuaçu é uma cidade polo com ótima estrutura: comercial, hoteleira, educacional, hospitalar, porém na parte esportiva estava carente, mas a visão de um empresário manhuaçuense Renato Valentim e Palhinha  esportista que fez sucesso como jogador  no Cruzeiro, natural de Carangola cidade vizinha de Manhuaçu, tiveram a iniciativa de trazer dos EUA o Boston City FC para Manhuaçu.

Em 2018, o clube intensifica os treinamentos visando o Campeonato Mineiro.

Treinador Ademir

Para conhecer melhor os trabalhos de base do Boston City, fomos ao Centro de Treinamentos do Clube conversar com a Comissão Técnica, na oportunidade falamos com o treinador Ademir “Nós estamos desde a semana passada em atividade, com estes garotos que foram selecionados nas seletivas de Manhuaçu e de várias regiões do país, fazendo as atividades diárias usando bem os trabalhos técnicos de fundamentos e usando bastante o lado intuitivo de leitura de jogo, trabalho de mobilidade do atleta para que a gente venha detectar se esse atleta está apto a participar conosco na temporada de 2018. Temos um planejamento desta segunda etapa de avaliação até o dia 1º de dezembro, esta semana estamos entrando com a segunda categoria que são garotos nascidos nos anos de 2001, 2002 e 2003, certificando mais uma etapa, teremos mais duas semanas a frente com estas atividades avaliando os critérios técnicas e disciplinares dos atletas que possamos detectar as qualidades técnicas individual e coletiva de cada um”. Pontua Ademir.

Segundo o treinador, a ideia é intensificar os trabalhos para que 2018 possa estar pronta as três categorias já formatadas com o número de atletas que irá atender o dia a dia dos treinamentos para estar preparando estes garotos para competir, disputar campeonatos que está dentro dos planejamentos e projetos de competição do clube.

Ademir trabalha há muitos anos nas categorias de base, trabalhou também com profissionais, mas sua paixão é trabalhar com a garotada que estão começando, aprimorando, qualificando, socializando, acima de tudo mostrando o objetivo de vida, que é o sonho deles de se transformar em atletas profissionais e também mostrando para eles o cotidiano fora dos gramados, pois a concorrência é muito grande, as coisas vão se afunilando e cada vez mais difíceis. “Estamos neste procedimento de iniciação destes garotos e temos que passar a forma ideal, usando de nossas experiências por onde passamos, aonde tivemos o mérito de revelar vários atletas, tivemos a felicidade e Deus nos abençoou para que isso acontecesse, são 25 anos só na categoria de base, aprendendo todo dia, mas lógico que temos bastante coisa a ensinar também nas longas temporadas que virão, acredito que todos nós seremos abençoados e com certeza colher muitos frutos aqui no trabalho do Boston City”. Explica Ademir.

Em suas considerações finais Ademir agradece a prefeita Cici Magalhães que apoia o projeto, dando condição juntamente com o Renato e Palhinha, que são empresários de visão e bem sucedidos, que estão dando esta oportunidade para os jovens e os amantes do futebol de Manhuaçu e região, isso vai engrandecer muito toda a região, e contamos muito com essa gente para nos apoiarem, estamos iniciando este trabalho e sabemos que não é fácil, principalmente se tratando de categoria de base. Pedimos as pessoas que tenham um pouquinho de paciência, acreditem, apoie, falem bem, estamos de portas abertas para as pessoas que desejam acompanhar, fazer uma visita, nos conhecer mais de perto e acima de tudo deixar um convite para a cidade e região, o Boston City está trazendo para Manhuaçu essa marca, esporte, lazer e socialização dando oportunidade educação tudo isso está envolvido dentro do Boston City FC Brasil.

Professor Danilo Riani – preparador físico

O professor Riani é formado em educação física pela UNEC de Caratinga, pós graduado em Treinamentos Esportivos, morou três anos na Europa, fez um estágio de seis (6) meses Chelsea Football ClubFC, e seu último trabalho foi no Vila Nova de Nova lima, trabalhava na categoria de base e no profissional e técnico do infantil. Cursou Coordenação Técnica na CBF, ao qual adquiriu bastante conhecimento, estuda há 12 anos procurando seu espaço e oportunidade no mercado de trabalho.

“Minha chegada ao Boston City, foi através de um convite do Palhinha e do Renato, tenho a formação em Educação Física, pós graduado em Treinamentos Esportivos e pintou este convite, eu fiquei muito feliz, embora, eu não seja da cidade, mas vivo há 10 anos na cidade de Caratinga que é próximo daqui, e para mim foi bom, por estar na região e acreditando muito no projeto. Palhinha e Renato Valentin, estão de parabéns e estou muito satisfeito com o procedimento e a tendência é de melhorar, estamos no início e todos tem que abraçar o projeto e torcer para dar certo, pois Manhuaçu merece”. Pontua o professor Riani

Vimos a alegria da garotada e perguntamos ao professor com sua experiência quantos deles poderiam se tornar profissionais. “Principalmente esta idade de 15 anos que os garotos estão num processo de adaptação, é triste dizer que hoje no Brasil, 5% apenas dos atletas das categorias de base viram profissionais, um número muito pequeno, e hoje este entusiasmo  devido a televisão e à internet acelera o procedimento e o processo também de adaptação e de treinamento desse atleta, penso que o atleta tem que ter mais foco, esquecer um pouco as redes sociais, e focar no trabalho  igual antigamente para tentarmos quebrar este número de 5%, vamos dizer que vamos trabalhar com três categoria, com 60 a 70 atletas e 5% apenas virar profissionais é um número muito pequeno, pela estrutura que estamos oferecendo, então nós temos que quebrar este paradigma, com trabalho e profissionalismo, a gente vai tentar fazer isso com estes atletas”. Finaliza Riani.

Marcelo Giovane Porto Castilho – treinador de goleiros

Conversamos também com o treinador de goleiros, o experiente profissional Marcelo Castilho com mais de 29 anos de experiência, com passagem por vários clubes, dentre eles, Cruzeiro, Atlético, América, atuou fora do Brasil em clubes da Coreia do Sul e ultimamente estava no Guarani de Campinas. “É uma satisfação imensa trabalhar no Boston City, nós viemos com o objetivo de fazer futuros goleiros para o futebol do Brasil e do mundo, nosso projeto é fazer excelência do profissional e do atleta, esperamos que num futuro próximo possamos fazer com que alguns goleiros do Boston City, cheguem aos grandes clubes e futuramente até na seleção brasileira”. Pontua o treinador.

No momento Castilho trabalha com três jovens, dois da Bahia e um de Belo Horizonte, segundo o preparador são atletas que estão semi prontos, na base de fundamentos, metodologia de trabalhos, ele espera que ano que vem eles possam voltar para aprofundar mais técnicas táticas para desenvolver um bom trabalho como goleiros do Boston City.

A Comissão Técnica do Boston City é de altíssima qualidade Castilho treinou goleiros que atuam em clubes do Brasil e em outros países e alguns atualmente parados. Falando dos empresários que estão lhe dando a oportunidade ele diz: “o  Palhinha, é uma pessoa exemplar, já conheço há muitos anos, já tive oportunidade de trabalhar com ele no América, eu na base e ele no profissional e recentemente trabalhamos no Araxá, o Renato eu conheci este ano é uma pessoa que conversei pouco, mas só tem elogios, a estrutura que ele montou no Boston City e o que está trazendo para Manhuaçu, prova sua capacidade”. Explica Castilho

Ouvimos também os três garotos que estão sendo preparados para ser goleiros do Boston City, Guilherme Augusto, 16 anos de Belo Horizonte, espera ser um bom atleta, se profissionalizar no futebol do Boston City, ter uma boa formação de homem honrado e se tornar um atleta profissional e ser uma pessoa melhor para a sociedade.

Lucas Gomes, 15 anos de Itabuna Bahia, atuou no Vitória por um tempo e fez um teste no Cruzeiro, que não deu certo. “Meu sonho é virar um jogador profissional, o difícil é sair na frente dos outros, a competitividade é grande, mas vou trabalhar sério e correr atrás para conquistar meu lugar”. Disse Lucas

Lucas Gabriel, 16 anos, de Itabuna Bahia, segundo Lucas Gabriel conheceu o Boston City através do colégio de seu pai, divulgando para fazer a peneira, se inscreveu fez o teste de avaliação na peneira na Bahia, passou no teste e hoje está na segunda etapa, ele vê o Boston como um time grande e que pode crescer muito mais.

Paulo Cesar Paulão

Paulão é outro experiente profissional, ex-jogador do Cruzeiro onde começou sua carreira em 1984 e se profissionalizou em 1988, disputou campeonato mineiro ganhou a Super Copa, e em 1992 saiu do Cruzeiro, foi para o Grêmio, Benfica de Portugal, Vasco da Gama, Atlético Paranaense, Atlético Mineiro Guarani de Campinas Color Color do Chile e o último clube que atuou foi a Ponte Preta. “Graças a Deus tivemos isso em nossa carreira e a experiência que a gente teve com várias personalidades, estruturas excelentes  por onde passamos, e agora vamos tentar passar isso para os jogadores que estamos recebendo.

Está acontecendo a segunda etapa, eles passaram pela primeira seletiva são jogadores que nós vimos em várias seletivas que fizemos e trouxemos eles para o Centro de Treinamentos do Boston City Manhuaçu para a segunda etapa, uma semana de segunda a sexta, na sexta-feira selecionamos os jogadores que irão voltar para o ano que vem, semana passada fizemos com os atletas de 1999 e 2000, começou dia 6/11 e agora faremos com os de 2001, 2002 e 2003 e dia 20/11 começa mais uma etapa até dia primeiro de dezembro, aí selecionaremos todos os atletas que voltarão em fevereiro, todos são bons, mas jogadores hoje tem que ser trabalhados, a gente pega um jogador aí que tem uma característica diferente, uma batida de bola diferente, faz algo diferente aí nós escolhemos para voltar no próximo ano para dar início ao nosso trabalho”. Explica o treinador

Segundo Paulão ele tem boas recordações da vida esportiva, atuou como jogador em vários clubes, já participou junto com o Rei Pelé de uma partida amistosa na seleção brasileira, além de grandes clubes como o Grêmio e outros, “passa um filme em nossa memória, como jogador que foi nossa profissão que nos projetou e fico feliz, sei que vou estar aqui trabalhando em uma oportunidade que nos foi dada, por um time que tem três anos de fundação, com uma estrutura muito boa para os atletas, é super importante trabalhar na formação de jogadores, é uma coisa que gosto. Pelos atletas que vimos aqui e acompanhamos nas seletivas, vamos preparar o jogador com seriedade e temos certeza que vamos revelar vários jogadores para o cenário nacional e mundial.

Devair G. Oliveira

[srizonfbalbum id=24]

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui