Dr. Danilo Everton fala sobre mudança alimentar de Arthur Aguiar após o BBB 22

35

Não é novidade que o ator e cantor Arthur Aguiar se tornou o principal nome do BBB 22. Além do jogo, ele chama a atenção por ser uma pessoa fitness, juntamente com sua esposa Maíra Cardi. Porém, durante o reality ele acabou mudando o seu cronograma alimentar com mais carboidratos e até ganhou gordura corporal.

Por estar sempre na “xepa”, que é quando um participante fica na parte da casa com comidas básicas, como pão, biscoito e macarrão, além da ansiedade por estar confinado, o ator precisou mudar a rotina que tinha antes do programa. De acordo com o Dr. Danilo Everton, que é especialista em saúde, o “brother” não terá dificuldade de voltar ao seu peso original após o BBB por estar acostumado com exercícios e rotinas saudáveis.

“Acontece que ao entrar no BBB eles sentem ansiedade, então acaba descontando na comida. Só que é um processo bem mais tranquilo porque ele já tem uma boa massa muscular. O metabolismo dele é mais acelerado, então não vão ter tantas intercorrências porque assim que ele voltar ao foco existe a chamada memória muscular”, explicou. .

Como iniciar o processo de reeducação alimentar?

O processo inverso, que é a mudança para as pessoas que comem muitos alimentos produzidos industrialmente, os chamados “fast food”, o trabalho de reeducação se torna mais instável. Diferente de Arthur, o especialista afirma que esses pacientes são sedentários e a transformação passa por adoção de costumes que nunca foram realizados durante toda uma vida.

“Não existe dieta com a pessoa passando fome ou sentindo fraqueza. Enquanto ela sentir fome, pode comer a mais, mas comer dentro dos alimentos permitidos no protocolo. No primeiro momento é importante haver uma redução gradual. Se a pessoa está acostumada a comer pizza toda sexta, não adianta retirar tudo de uma vez. O importante é ser um processo gradativo e que ela não sofra durante o processo”, disse o Dr. Danilo Everton

Ainda de acordo com o Dr. Danilo, os principais empecilhos para elas manterem a rotina alimentar está aliada à socialização com amigos e familiares. Mesmo estando em processo de mudança de hábitos, ele afirma que os pacientes acabam não resistindo aos convites de churrasco, cervejinha do fim de semana e o famoso rodízio.

“Se os amigos e familiares continuarem chamando para comer fast food, acaba sendo um processo mais difícil. Além disso, é preciso manter as atividades físicas. Os pacientes têm que ter um horário que eles consigam fazer atividade regularmente. Aqueles pacientes que vão pra academia, somente quando tem tempo, dificilmente eles vão conseguir obter êxito”, finalizou.

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui