A arte de poupar

109

POR BRUNO PRADO – ECONOMISTA

Poupar é uma verdadeira arte, acreditem. Uma pessoa que trabalha durante um mês inteiro e chega ao fim do mesmo com sobra de salário pode ser considerado o Pablo Picasso das economias! Durante minha vida tive a oportunidade de me encontrar com várias pessoas e usando um termo não técnico “dezossar” suas economias, das mais variadas classes e culturas e acredite, você caro leitor, não é o único que não consegue poupar. Muitas pessoas enfrentam esse tipo de problema. Conheci famílias que recebiam verdadeiras fortunas, eram decididamente e incontestavelmente muito abastadas, mas gastavam tudo o que ganhavam e ainda pior, conseguiam ficar no vermelho. Parece que agimos mesmo por instinto, mas nós seres humanos não podemos ter um pouco de folga no orçamento que corremos para comprarmos nosso desejos. Sim, gostamos de sofrer. Digo essa frase assim tão afirmativamente, pois, a maioria não se preocupa muito com o amanhã. Nosso desejo de consumo se torna tão mais forte com dinheiro na mão que perdemos o controle. Muitas vezes nem o dinheiro temos, a não ser um pequeno cartão de plástico que nos dá poderes extraordinarios. Sentimos que podemos simplesmente conquistar o mundo, adquirir todas as coisas compraveis e poderiamos até mesmo voar (caso eles aceitem Visa, no meu caso).

Entretanto, quem poderia ser considerado culpado por esse desejo desenfreado? A educação que adquirimos com nossos pais? O governo que construiu uma sociedade consumista? Ou os Holandeses que vendiam especiarias na Europa em 1350 e influenciaram o acumulo de capital pela burguesia? O fato é que jamais poderemos apontar um culpado. Contudo podemos apontar soluções. Podemos controlar nossos impulsos através de metas, planos e objetivos a médio e longo prazo. Não podemos nos deixar consumir (literalmente) pelas cores de um vestido, ou o conforto de sapatos novos.(mais um sapato para muitos que estão lendo).

As vezes é preciso abrirmos mão de algumas coisas e de alguns desejos para uma qualidade melhor de vida, ou para a realização de um sonho a muito desejado. Em outras o objetivo não é apenas o acumulo de riqueza e sim escapar das dívidas. Ter uma vida mais saudável começa pelo bem estar financeiro. Pode ser incomodo no começo, ganhar dinheiro e evitar gasta-lo, mas as recompensas ao final são muito compensadoras. Menos consumo, menos coisas, mas pelo menos não precisamos mais fugir de ligações ou usar disfarçes anti-cobradores.(nem todos fazem isso).

Email: [email protected]

tel: 19 – 34517920 /// 19 93419695

1 COMENTÁRIO

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui