Governo de Minas discute agricultura familiar em Ciclo de Debates

107

A Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) participa do Ciclo de Debates sobre a Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural Sustentável, promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O evento será realizado entre quarta-feira (29) e sexta-feira (31), em Belo Horizonte, e tem o apoio de órgãos públicos, universidades e entidades da sociedade civil. A abertura terá a presença do secretário Elmiro Nascimento.

“O objetivo do evento é promover a articulação entre as instituições envolvidas e aprofundar o debate sobre os problemas enfrentados pelo segmento e a apresentação de propostas. Em Minas Gerais, a agricultura familiar tem presença expressiva e abrange aproximadamente 440 mil propriedades e cerca de 700 mil famílias”, informa o secretário.

Os temas abordados, durante o encontro, servirão também como subsídio para a elaboração do Plano Estadual da Agricultura Familiar e Desenvolvimento Rural Sustentável, que deve estar finalizado em maio do próximo ano. “Durante este ciclo de debates, vamos discutir as ações que já vêm sendo realizadas e refletir sobre o que pode ser implantado ou mesmo aprimorado”, explica o Elmiro Nascimento.

Plano Estadual

De acordo com o subsecretário de Agricultura Familiar de Minas Gerais, Edmar Gadelha, o Plano Estadual será embasado em dois pilares estruturantes. Um deles é a política estadual de desenvolvimento rural sustentável e fortalecimento da agricultura familiar, por meio de ações que ampliem a capacidade de produção dos pequenos agricultores, melhorando a renda familiar.

A outra vertente do plano está relacionada às ações que viabilizem e estimulem a comercialização da produção, com foco nos mercados institucionais como a alimentação escolar e o abastecimento de entidades socioassistenciais.

“Para chegar a isso, vários fatores estão envolvidos, como a melhoria e a ampliação do trabalho de assistência técnica e extensão rural para que todos os agricultores familiares sejam atendidos; o investimento na agroindústria familiar, cuja atividade agrega valor à produção; ações que garantam o acesso e permanência desses agricultores na terra; investimento na educação e saúde no meio rural, além das políticas de infraestrutura no campo e de garantia de acesso água. Todos esses temas serão discutidos neste Ciclo de Debates”, explica Gadelha.

Agencia Minas

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui