IPC-S fica em 1,18% na terceira prévia de janeiro

135

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) registrou variação de 1,18% em seu terceiro resultado parcial do mês de janeiro. A taxa é a maior verificada desde a primeira prévia de fevereiro de 2010, quando o IPC-S ficou em 1,33%.

Esta parcial também é 0,12 ponto percentual maior do que a anterior (1,06%). A aceleração da inflação medida pelo índice foi causada, principalmente, pelo aumento dos preços da educação e dos transportes.

O grupo educação, leitura e recreação do IPC-S foi o que apresentou maior alta nesta prévia. Foram 2,98%, ante os 2,43% verificados na prévia anterior – avanço de 0,55 ponto percentual. Só o preço dos cursos de ensino médio aumentou 6,20%.

Já o grupo transportes registrou variação de 2,08%, resultado 0,59 ponto percentual maior do que o da prévia passada (1,49%). A tarifa do ônibus urbano foi o item que mais contribuiu com a aceleração, com alta de 4,36% nesta prévia.

Além dos dois grupos, despesas diversas (de 0,92% para 1,12%), habitação (de 0,22% para 0,24%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,50% para 0,52%) colaboraram para a aceleração do IPC-S.

Já alimentação (de 1,69% para 1,64%) e vestuário (de 0,38% para 0,36%) tiveram alta menor do que a verificada na parcial anterior.

O dados desta prévia do IPC-S foram coletados até o último dia 22. O índice é calculado com base em preços coletados em sete capitais do país: Recife, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Porto Alegre.

Agencia Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui