Projovem Adolescente abre mais 162 mil vagas

54
Brasília - O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, discursa no lançamento do ProJovem Adolescente Foto: Elza Fiúza/ABr
Brasília - O ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, discursa no lançamento do ProJovem Adolescente Foto: Elza Fiúza/ABr

O Projovem Adolescente, programa do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) abriu, ontem, mais 162.825 vagas para o Projovem Adolescente em 1.295 municípios, que receberão cerca de R$ 89 milhões ainda neste ano. Com essa expansão, o Ministério passa a atender cerca de 600 mil jovens em todo o País, com um orçamento de R$ 312 milhões para 2009.

O ProJovem Adolescente atende pessoas de 15 a 17 anos, de famílias pobres ou em situação de risco social – com prioridade para famílias beneficiárias do Bolsa Família. O serviço oferece atividades que desenvolvam as potencialidades de seus participantes e estimulem o convívio familiar e a participação cidadã, além de uma formação técnica geral para o mundo do trabalho.

Requisitos – Os Municípios habilitados respondem a requisitos como possuir pelo menos um Centro de Referência de Assistência Social (Cras) em funcionamento e reunir, no mínimo, 40 jovens (entre 15 e 17 anos) cujas famílias recebam o Bolsa Família. As cidades selecionadas precisam acessar o Termo de Adesão – disponível no endereço www.mds.gov.br/suas, até 31 de agosto.

O ProJovem Adolescente é uma reformulação do Projeto Agente Jovem do MDS. Tem a duração de 24 meses e é executado com a assessoria dos Cras, parte deles cofinanciada pelo MDS. O serviço integra o Programa Nacional de Inclusão de Jovens, lançado pelo presidente da República em setembro de 2007.

SisJovem – Em setembro deste ano, o MDS disponibilizará, aos estados, municípios, Distrito Federal e órgãos de controle social informações on line sobre a implementação e a execução do serviço socioeducativo em todo o País, incluindo a avaliação contínua das ações. O chamado Sistema de Acompanhamento e Gestão do ProJovem Adolescente (SisJovem) será alimentado diretamente pelas Secretarias de Assistência Social e pelos Centros de Referência de Assistência Social com informações detalhadas sobre as atividades realizadas.

O Ministério realizou, de março a junho deste ano, uma série de capacitações organizadas em parceria com os governos estaduais e o Colegiado Nacional de Gestores Municipais de Assistência Social (Congemas). Mais de 4.500 profissionais participaram da iniciativa, que abrangeu 3.500 Municípios.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui