A esperança dos brasileiros

94

Sem esperança da justiça passar o país a limpo o povo olha a triste situação do Brasil dos rombos e dos arrombados que apresenta um cenário desolador e muito escabroso para o ano eleitoral de 2018 – cuja irresponsável campanha antecipada já começou, de maneira escancarada. A maioria da população fala, abertamente, de sua desilusão e desesperança em relação ao presente e futuro próximo do Brasil. Há um pessimismo em relação à política e a economia, a justiça imita Pilatos e joga para o povo a situação para escolher candidatos atolados em processos, denunciados e investigados pela Lava Jato. Diante tudo que já foi mostrado para os brasileiros não podemos confiar nas urnas eletrônicas e o poder não quer resolver o problema. De certa maneira há em nosso país uma ditadura enrustida no poder.

Veja bem, o correto seria todo o legislativo trabalhar em consonância com a vontade popular, mas infelizmente a Câmara e Senado luta para preservar os corruptos e seus mandatos e o povo não politizado não enxerga o grande desserviço que tem causado ao país as nossas instituições. As leis são elaboradas a serviço dos parlamentares e dos grandes empresários, ao ponto de se privilegiar os maus. Os desonestos não pagam seus impostos, sabendo que na Câmara e no Senado terão parlamentares que darão o famoso jeitinho brasileiro com refinanciamentos das dívidas com 80 a 90% de descontos.

É uma vergonha para nosso país ver as maiores empresas brasileiras devendo milhões aos cofres públicos, enquanto milhões de pessoas passam necessidades por falta de medicamentos simples.

Está bem desenhada a previsível polarização Bolsonaro x Lula. Embora Bolsonaro, homem íntegro, limpo nunca aceitou dinheiro sujo e como é um homem de linha dura contra os bandidos e corruptos é bombardeado todos os dias pela mídia comprada e associada aos corruptos, tão diferente de Lula que até condenado já foi e responde por várias outras denúncias, mas pode ser o candidato que disputará com Bolsonaro a presidência do Brasil.

Um nome que corre por fora na sucessão é o de Álvaro Dias. A disputa que se desenha deve prevalecer, que é o enfraquecimento dos grandes partidos, aonde estão os maiores corruptos. Outro partido que deve chegar forte nas eleições é o PMBr (Partido Militar Brasileiro), ainda não foi homologado, mas já tem o apoio de mais de 18 deputados federais, muitos outros deputados estaduais e demais políticos honestos que desejam mudar o Brasil. Os grandes partidos estão em franca decadência, alguns cogitam mudar de nome para continuar enganado o povo. É por isso que o sempre governista PMDB já se divide, estrategicamente. Uma parte se concentra na sustentação imediata e sobrevivência de Michel Temer, a outra banda, claramente liderada pelo Senador Renan Calheiros, colabora, escancaradamente, com o retorno de Lula.

A candidatura hoje fortíssima de Bolsonaro no mundo virtual, malandramente a mídia diz que o povo está revoltado com o Michel Temer, e deve apoiar o retorno presidencial de Luiz Inácio Lula da Silva, é uma tremenda manobra para o grande número dos poderosos políticos corruptos apoiados pela grande mídia, a verdade é que o povo caminha para escolher um candidato honesto que esteja em um pequeno partido que não tenha cacique. Veja os denunciados do PSDB, PMDB, PP e PT. O povo quer mudança total com homens honestos e corajosos.

Fale com a redação:  [email protected] / (33)3331-8409

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui