Brasileiros ficam frustrados com votação do STF

13

Os brasileiros ficaram mais tristes depois do resultado da votação do ministro Celso de Mello que bateu o martelo na quarta–feira (18) pela aceitação dos embargos infringentes de 12 dos 25 réus do mensalão. Com isso, José Dirceu, José Genoíno, Delúbio Soares, Marcos Valério, Kátia Rabello, Ramon Hollerbach, Cristiano Paz, José Roberto Salgado, Breno Fischberg, João Cláudio Genu, João Paulo Cunha e Simone Vasconcelos terão direito a um novo julgamento no Supremo Tribunal Federal.

O novo julgamento de mensaleiros pelos ministros do Supremo Tribunal Federal deverá se arrastar para depois das eleições de 2014. Apesar da vontade do presidente da Corte, Joaquim Barbosa, para que as ações do mensalão tenham celeridade, os prazos legais atrasam os novos julgamentos. O cenário demorado só mudará caso Barbosa continue dando total prioridade aos embargos.

Professor de direito constitucional da Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo, Erick Wilson Pereira explica que os ministros têm agora seis meses para revisar os votos e as gravações das sessões para a publicação do acórdão dos embargos. O prazo pode cair para metade, caso eles acatem ao pedido de Barbosa de liberarem votos com rapidez para acelerar a publicação do acórdão.

A agilidade nos processos, no entanto, é desacreditada. Segundo Erick Pereira, as chances de novo julgamento antes das eleições são quase nulas. O Supremo tem 60 dias para os embargos declaratórios e mais 30 dias para os infringentes. Após isso, os ministros terão recesso e a expectativa é que o tema volte à pauta apenas em fevereiro de 2014.

A aceitação dos embargos infringentes pelo STF vai beneficiar apenas os réus que tiveram direito ao recurso. Como todos são réus da mesma ação penal, as execuções das penas de todos os 25 condenados estão suspensas até que termine o novo julgamento do mensalão.

A pressão foi enorme, a maioria dos políticos que estão sendo julgados fez parte do governo e pertencem ao Partido dos Trabalhadores (PT). Alta cúpula, outros fazem parte da base aliada, imagine no banco dos réus, ex-ministro poderoso de Lula José Dirceu, secretário geral do PT, Silvio Pereira, tesoureiro do PT, Delúbio Soares, Presidente do PT José Genoíno, grandes empresários e políticos poderosos. Pode se dizer que os mensaleiros são os homens mais importantes do Partido do Governo (PT). Imaginem a influência desse pessoal, lógico que eles não ficaram quietos esperando a banda passar, foram à luta e continuam lutando para que isso não dê em nada, fizeram seu trabalho direitinho, o jogo foi jogado e os mensaleiros venceram. Há uma esperança, fazer uma mudança geral, cada brasileiro impulsionando sua arma “O título eleitoral” e expulsando todos do poder e reformando todo o Congresso Nacional, Assembleias Legislativas, Governadores. Assim os brasileiros poderão sonhar novamente, caso contrário a corrupção poderá aumentar, já que a Corte Suprema falhou.

Precisamos de coragem para mudar, não podemos desistir e ficar parados esperando pelo Apocalipse. O Decano foi nomeado pelo honestíssimo Sarney, deve ter recebido um telefonema do padrinho.

Fale com a redação [email protected] – (33)3331-8409

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui