De centavos a reais brasileiros perdem dinheiro

112

          Por Devair G. Oliveira            
            O cidadão é explorado em todos os sentidos e Já foi comprovado que algumas empresas, fazem isso intencionalmente por saber que a grande maioria não reclama. Imagina uma agência bancaria com 5 mil clientes, que resolve cobrar indevidamente R$ 1, 05, isso é a coisa mais comum nos extratos bancários, descontos de 0,40, 0,70 e por ser pouco, a maioria não reclama, no primeiro caso seria R$ 5.512,50 e estes abusos são comuns, se você acessar o site do Reclame aqui, verá reclamações das mais variadas.
            Consumidor é explorado de todas as formas e reclamar é uma questão de justiça, se você não reclama está contribuindo para que os ilícitos continue, em muitos casos o erro não é intencional, como erros em compras em supermercados com mercadoria estragada, minha vizinha recebeu do supermercado na compra uma dúzia de ovos estragados e ela não foi reclamar. Outros erros que normalmente acontece é você olhar o preço da mercadoria e ao passar no caixa o preço é maior.  Já um caso em que o estabelecimento foi multado por práticas desta natureza, as empresas que mais recebem reclamações são as empresas de telefonia, bancos, grandes lojas de eletro doméstico, supermercados, empresas de energia elétricas, Lojas de consertos de eletro domésticos e outras.
            Hoje um cidadão foi resgatar seu Ourocap do Banco do Brasil, ele pagou por 24 meses a primeira parcela foi de R$ 80,00 e as demais mensalidades todo mês havia um acréscimo à última foi R$ 103,57, ele vai receber R$ 1.833,35, valor muito menor do que foi investido. 
             Existe um caso na justiça que uma rede de supermercado foi denunciada a justiça por deixar de pagar horas extras e irregularidades nos pagamentos de fundo de garantia, ela foi multada em 2 milhões, mas segundo o que fora comentado é que ela saiu no lucro, pois o dinheiro sonegado dos funcionários passou de 3 milhões.
            Segundo um alto funcionário de uma empresa de telefonia, as irregularidades dá lucro exorbitante, pois as reclamações são mínimas e a própria direção orientou ao departamento de justiça para que todas as reclamações fossem negociadas e pagas, isso para evitar uma fiscalização na empresa.
            De uma coisa você pode ter certeza mais de 90% dos empréstimos que os bancos fazem para seus clientes tem cobranças indevidas, embora a tendência seja diminuir, pois o Yutube está cheios de pessoas dando dicas e orientando as pessoas como economizar e alertando para conferir todas as transações feitas no comércio e nos bancos.
            Apesar de 57,5% não terem conseguido economizar em 2020, a expectativa é que este ano seja melhor que o anterior.
            Neste início de ano, o Instituto Reclame AQUI aplicou uma pesquisa com usuários do site do Reclame AQUI para entender um pouco mais o comportamento dos consumidores em 2020 e suas expectativas para 2021. É possível perceber facilmente como a pandemia “pegou” muita gente no ano passado, interferindo em suas finanças. Afinal, mesmo ficando mais em casa, 57,5% dos consumidores disseram que não conseguiram economizar em 2020.
            Isso porque a maior permanência em casa fez aumentar as contas básicas do dia a dia como água, luz, internet, gás, etc., sendo que 38,9% das pessoas disseram que estes foram os itens que mais pesaram no orçamento. A forte inflação nos alimentos também interferiu nos gastos, e 37,7% dos respondentes identificaram este fator como aquele que mais prejudicou as contas em 2020.
            O levantamento foi feito entre os dias 04 e 08 de janeiro, sendo que 38,9 mil pessoas responderam às questões disponíveis no site do Reclame AQUI.

Home Office

            A necessidade de trabalhar em casa foi outro motivador de novos hábitos para o consumidor. A maioria, 42,4%, disse que está trabalhando apenas em casa desde o início da pandemia, enquanto 19,5% está em regime misto, trabalhando parte dos dias na empresa. Ou seja, boa parte das pessoas passou a depender de uma casa minimamente equipada para realizar suas atividades.
            Seja como for, a possibilidade de uma vacina para a Covid-19 e a esperança do arrefecimento da pandemia certamente influenciam a perspectiva do consumidor para o ano que está começando.
PROCON divulga lista com as 50 empresas que mais recebem reclamações.
clic aqui e veja.  

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui