O Brasil está dividido

6631

Os brasileiros Estão envergonhados, profundamente envergonhados. Segundo pesquisa do Datafolha, 47% dos entrevistados têm mais vergonha do que orgulho de serem brasileiros. Houve um aumento brusco desse sentimento que, em dezembro passado, já atingia um número elevado, 28% dos brasileiros.

Nunca, repito, a nação brasileira esteve tão fraca e dividida; nunca o liberalismo e a dependência pesaram tanto quanto hoje; nunca tantos brasileiros foram desempregados; nunca estiveram tão sem perspectivas, tanto à direita quanto à esquerda. Nunca foi mais importante que repensemos nossa vida social, recuperemos nossa autonomia nacional, e construamos um projeto de nação independente, democrático, desenvolvimentista, social e ambiental.

No dia seguinte à decisão do Supremo Tribunal Federal que concedeu um salvo-conduto ao ex-presidente Lula, para que não seja preso até o próximo dia 4, quando será julgado o mérito de seu habeas corpus, o general de exército Antônio Hamilton Mourão, recém-saído para a reserva, postou uma mensagem no Facebook, dizendo estar envergonhado com a covardia do Supremo e voltou a fazer advertência.

“CUIDADO COM A CÓLERA DAS LEGIÕES!!!” Antonio Hamilton Mourão

Ao longo dos últimos 4 anos, pertenci a um colegiado, o Alto Comando do Exército. Composto pelos Oficiais Generais de 4 Estrelas, homens que dedicaram mais de 40 anos ao Serviço da Pátria. Em todo esse período travamos discussões, debatendo os temas do interesse do Exército, mas, acima de tudo, do Brasil. Apesar das diferenças de opinião, o ponto focal sempre foi o bem do País. Jamais vi personalismos, discussões deletérias ou ofensas pessoais, pois ali nosso farol era a tríade Honra, Dever e Pátria.

Ao ver o STF, corte maior de nosso Brasil, sinto-me envergonhado pela falta de espírito público, pela covardia moral, pela linguagem empolada – destinada a enganar o homem comum -, pelas falsidades e, principalmente, por observar que uns merecem mais que outros ante os olhos daquele colegiado. Fica claro que os que possuem “pertences” jamais cumprirão a pena que merecem por haver surripiado o bem público. Fica o alerta de Soldado, CUIDADO COM A CÓLERA DAS LEGIÕES!!!”

Fale com a redação [email protected] – (33)3331-8409

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui