Escola Municipal Camilo Felipe Nacif realiza arraiá virtual

97

Há mais de um ano sem receber os alunos presencialmente, várias festas típicas escolares não têm sido realizadas como de costume. Com as restrições provocadas pela pandemia da Covid-19, as aulas passaram a ser remotas, e impediram a realização desses eventos presenciais nas escolas de Manhuaçu. Mas os professores da Escola Municipal Camilo Felipe Nacif deram um jeitinho de comemorar as festas juninas mesmo com as restrições: os professores realizaram um arraiá online, que levou aos alunos diversão e também conhecimento.

A diretora da Escola Municipal Camilo Felipe Nacif, Joana Farrath, conta que o trabalho tem sido desafiante para os professores, que têm buscado diferentes formas para, além de ensinar, interagir com os alunos, nesse período de isolamento. Para a diretora, o trabalho foi gratificante pois “os professores realizaram um excelente trabalho, e conseguiram contagiar não só os alunos mas como toda a família, onde todos participaram. Foi uma forma de integração perfeita, entre a escola, as crianças e as famílias, onde alunos e pais se vestiram a caráter, fizeram as comidas típicas, brincaram e dançaram no clima das festas juninas que a gente conhece”, comenta.

Professores, estudantes e familiares se divertiram com as tradicionais brincadeiras de uma forma diferente. A pescaria, por exemplo, foi totalmente virtual: os estudantes mandavam qual peixinho eles queriam e a professora pescava para eles. Os brindes serão entregues junto com o kit escolar do mês, que será distribuído essa semana. Alguns professores criaram ainda filtros para redes sociais, e outras brincadeiras típicas.

 

 

 

 

 

A professora do 2º Ano B, Maria Aparecida Mendes, fez a festa com seus estudantes no Google Meet, ao vivo, no horário noturno, para permitir a participação da maioria dos estudantes e pais: “Nós entendemos que muitos pais trabalham, e escolhemos um horário que pudesse ter maior participação. Já tem sido um grande desafio, pois os pais têm levado os trabalhos mensalmente e por não estarmos presencialmente com os estudantes, até ensinando seus filhos. Assim, a gente consegue também, além de divertir, levar esse ensinamento sobre a cultura da festa junina”.

Para a professora, os desafios têm sido superados com muito esforço por todos, mas que o resultado foi muito positivo. “Foi uma experiência única, maravilhosa. Elas também amaram, as mães também ficaram felizes. Já que a gente não pode ter esse contato presencial, pelo menos poder matar essa saudade dos estudantes”, finaliza a professora.

SECOM Prefeitura de Manhuaçu

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui