MANHUAÇU – PM do BOPE e Batalhão de Choque ministram aulas para o Curso de Radiopatrulhamento Tático Móvel 

34

Na segunda semana de curso no 11º Batalhão de Polícia Militar em Manhuaçu, os alunos do Curso de Radiopatrulhamento Tático Móvel tiveram a oportunidade de receber instruções importantíssimas de policiais militares de outros dois Batalhões que integram o Comando de Policiamento Especializado – CPE da PMMG, com sede na capital mineira, sendo o Batalhão de Operações Especiais – BOPE e o Batalhão de Choque.

Foram quatro dias de treinamento com o BOPE, Unidade que tem por missão intervenções de repressão qualificada em incidentes críticos que exigem resposta especial da PM para a garantia da aplicação da lei e preservação e restauração da ordem. As aulas tiveram início no dia 15/11, onde os instrutores, 2º Sargento Leonardo Oliveira, 2º Sargento Fabiano e Cabo Poggianella transmitiram aos policiais militares do 11º BPM, 17ª Cia PM Ind (João Monlevade) e 21ª Cia PM Ind (Ponte Nova), discentes do curso noções específicas de busca em edificações, conduta de patrulha urbana e rural e abordagens policiais.

E nos dias 19 e 20/11, as aulas foram com os militares do Batalhão de Choque, Unidade que tem como missão o controle e restauração da ordem pública em manifestações diversas, violentas ou não, conflitos agrários, policiamento em eventos, dentre outros. Os instrutores, 3º Sargento Carmo, 3º Sargento Salis e Soldado Rocha, transmitiram conhecimentos específicos para atuações em manifestações, como noções de primeiro interventor e noções de choque tático.

O subcomandante do 11º BPM, Major Schuab, em agradecimento ao apoio do BOPE no curso realizado em Manhuaçu, afirmou que “o conhecimento específico de atuações em incidentes críticos é fundamental para otimizar o emprego de nossos militares no Tático Móvel, e certamente farão a diferença em suas intervenções policiais”.

Já o 1º Tenente Eledylson, coordenador do curso, fez questão de frisar que “esta capacitação específica, com treinamento pesado, simulando situações reais de distúrbios civis violentos é extremamente necessária aos nossos militares do Tático Móvel”. E concluiu dizendo que “O 1° CRTM do 11° Batalhão está formando policiais militares ainda mais capacitados para fazer frente à criminalidade e promover a segurança pública nos 23 municípios que compõem a área da Unidade”.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui