Fantasiados de baleia, ativistas do Greenpeace protestam

514

 Para protestar contra a exploração de petróleo no Arquipélago de Abrolhos, no extremo sul da Bahia, a organização não governamental Greenpeace promoveu um protesto hoje (30), na capital fluminense.

Em uma apresentação cênica, na torre de escritórios do Shopping Rio Sul, na zona sul, ativistas vestidos de baleia foram pintados com jatos de tinta preta representando a exploração de petróleo, que atinge os animais dessa região.

Os ativistas fantasiados de baleia tomaram o hall de elevadores na entrada da torre, que dá acesso à companhia Perenco, dona de blocos de óleo em Abrolhos, onde esses animais morrem em decorrência do impacto da extração do óleo.

O objetivo do Greenpeace é chamar a atenção para a extração de petróleo dentro do Parque Nacional Marinho de Abrolhos, escolhido pelas baleias Jubarte, principalmente, para a reprodução.

Com faixas e cartazes com os dizeres “Perenco, deixe as baleias namorarem”, o protesto, que sujou de tinta o hall de elevadores do Rio Sul, contou com o apoio das pessoas que estavam no prédio.

 

 

 

Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui