Minas Gerais lança campanha de Combate a Incêndios Florestais

215
Os servidores puderam assistir a uma simulação de combate a incêndio

O lançamento da Campanha de Combate a Incêndios Florestais pelo Governo de Minas, nesta quarta-feira (3), na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, contou com a participação de servidores e visitantes que tiveram a oportunidade de assistir a uma simulação de combate a incêndio próximo à lagoa do prédio Minas. O evento contou com a participação de brigadistas e do helicóptero guará.

Os presentes também tiveram a oportunidade de conhecer o trabalho desenvolvido pela Diretoria de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais e Enchentes da Subsecretaria de Controle e Fiscalização Ambiental Integrada e visitaram as tendas da Força-Tarefa Previncêndio e do Corpo de Bombeiros, com exposição e demonstração do uso dos equipamentos de combate. A distribuição de folders, cartilhas educativas e veiculação de spot nas rádios são algumas das ações da campanha.

O secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais, Adriano Magalhães, revela que em 2011 serão investidos R$ 4,5 milhões em ações de prevenção e combate a incêndios florestais no Estado, com recursos do Projeto Estruturador Conservação do Cerrado e Recuperação da Mata Atlântica do Governo de Minas. Com este montante, o Estado soma um investimento de R$ 29,5 milhões nesta atividade, aplicado desde 2005.

Adriano Magalhães explica que as atividades de prevenção aos incêndios florestais em Minas Gerais acontecem durante o ano todo, com visitas de conscientização junto às comunidades e proprietários rurais, que vivem no entorno das unidades de conservação estaduais. “Este trabalho é uma das principais estratégias para reduzir as perdas provocadas pelo fogo, por isso, comunidades e proprietários recebem orientações sobre o uso correto do fogo e participam de campanhas educativas”, disse.

Entre os meses de junho e novembro, período crítico devido ao tempo seco e a falta de chuva, o trabalho de prevenção é intensificado com ações de vigilância, monitoramento e combate aos incêndios florestais. “O lançamento da campanha na data de hoje é proposital, já que nos encontramos no ápice do período crítico para os incêndios, devido à baixa umidade e muito vento”, constatou o secretário.

Força-Tarefa

A Força-Tarefa Previncêndio foi criada em 2005 num esforço conjunto de diversos órgãos do Governo de Minas Gerais para aperfeiçoar o trabalho de combate a incêndios florestais no Estado. Primeira do gênero na América Latina, a Força Tarefa é coordenada pela Semad, em parceria com a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil, Coordenadoria de Defesa Civil, Prefeitura Municipal de Curvelo e parceiros privados.

O município de Curvelo foi escolhido para abrigar a base principal da Força-Tarefa por estar localizado no centro geográfico de Minas Gerais, permitindo que as equipes cheguem a qualquer local do Estado em até duas horas. Na base, que fica no aeroporto do município, está a sala de monitoramento com o sistema de vigilância de focos de calor via satélite e a central do telefone para informes de incêndios florestais, que funciona durante 24 horas.

Além da base de Curvelo, o Estado conta ainda com outras duas sub-bases: Januária e Viçosa, que entrará em funcionamento até o final do mês. Durante o período de chuva, as bases são utilizadas como centro de treinamento para as equipes de brigadistas e de técnicos. Atualmente, a Força Tarefa trabalha com cinco helicópteros de apoio (um da Polícia Civil, um da Polícia Militar, um do Corpo de Bombeiros e dois do IEF), nove aviões Air-Tractor para lançamento de água sobre o fogo, três aeronaves para monitoramento e uma para transporte de pessoal e equipamento.

 

Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui