O crime da omissão

203
Tragédia no Rio de Janeiro

Por Luiz Carlos Amorim – Escritor – Http://www.prosapoesiaecia.xpg.com.br

Vejo as matérias sobre a tragédia no Rio, assim como a crônica da Ruth de Aquino, e todos dizem o a mesma coisa que eu já vinha dizendo na minha crônica “O poder público e as áreas de risco”, publicada no blog Crônica do Dia – http://luizcarlosamorim.blogspot.com, no dia 8: foi crime.

O que aconteceu foi crime, do mais grave, perpetrado por administradores das nossas cidades, e não é só de Niterói, do Rio. É o mesmo de muitos outros governos também, que não fizeram seu trabalho mais básico, que é prevenir tragédias que podem vitimar a população. A omissão e o descaso foram as armas do crime.

Os dirigentes de nossas cidades dizem que não conseguem remover as pessoas que invadem as áreas de risco. Pois não deveriam ter autorizado, desde o início, a ocupação de qualquer área sabidamente condenada, como as que estão deslizando. A função do poder público é essa. E não digam que não autorizaram, pois há luz, água, telefone, cobrança de IPTU, esgoto (sem nem mesmo haver esgoto, em alguns lugares) e lixo (não é irônico?), nas famigeradas áreas condenadas.

E quanto a tirarem as pessoas dos locais de risco, se tirarem antes que todas elas sejam vítimas do pouco caso e da desumanidade daqueles em quem votamos, essas pessoas devem ser colocadas em local seguro, e não largadas na rua, sem ter para onde ir.

Mas a eleição está aí. Será que vamos saber votar, sacando fora esses administradores incompetentes que aí estão?

O problema, um grande problema, é saber que há a probabilidade de não termos candidatos decentes em quem votar. Aí sobra uma única alternativa, a de anular o voto para que percebam que não estamos satisfeitos com o atual estado inaceitável de nossa administração pública.

Porque as coisas têm que mudar neste nosso país. É urgente. Senão, muito mais pessoas morrerão, vítimas de tragédias provocadas, armadas, anunciadas.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui