Mulheres e suas lutas de ontem e de hoje

76

Imagem gerada pela IA

Por Devair G. Oliveira
As mulheres brasileiras continuam lutando para que haja igualdade aos mesmos direitos dos homens, ainda não chegaram na igualdade prevista pela Constituição. Cabe ressaltar que desde 1988 até os dias de hoje, as mulheres esperam pela tão sonhada igualdade aprovada em 1988. No Brasil, o movimento feminista foi de grande importância para a conquista dos direitos das mulheres.

O Brasil é o 80º colocado (empatado com Fiji e Suriname) em um ranking que analisa a qualidade de vida para mulheres. O estudo “Women, Peace and Security Index”, criado pelo Instituto para Mulheres da Universidade de Georgetown, é baseado em dados que medem a inclusão das mulheres, acesso à justiça e segurança em 170 países.

Em nosso país, as mulheres só conquistaram o direito de estudar além do ensino fundamental em 1827, a partir da Lei Geral, promulgada em 15 de outubro.

O índice captura e quantifica as três dimensões da inclusão das mulheres (econômica, social e política), justiça (leis formais e discriminação informal) e segurança (nos níveis individual, comunitário e social) por meio de 11 indicadores.

Lideram o ranking três países europeus: Noruega (0.922), Finlândia (0.922) e Islândia (0.907). Já Afeganistão (0.278), Síria (0.375) e Iêmen (0.388) amargam os últimos lugares. O Brasil obteve uma média de 0.734. A média global é de 0.721.

No mundo, assim como em nosso país, as mulheres desde os primórdios ficaram em segundo plano nas mais diversas esferas da sociedade, com o passar dos séculos, das décadas, dos anos, muita coisa mudou. As mulheres conquistaram cada vez mais seu espaço, porém chegar a uma igualdade entre gêneros é um objetivo um tanto difícil de realizar devido à cultura machista intrínseca em nossa sociedade.

O papel das mulheres na sociedade sofreu uma transformação importante ao longo dos séculos. Das expectativas sociais tradicionais que confinavam as mulheres aos papéis domésticos, o seu estatuto e oportunidades expandiram-se, mas há muitas distorções principalmente no interior do país.

Todas as conquistas do feminismo na linha do tempo no Brasil

1827 – Meninas são liberadas para frequentarem a escola – 1832 – A obra “Direitos das Mulheres e Injustiças dos Homens” é publicada – 1879 – Mulheres conquistam o direito ao acesso às faculdades – 1910 – O primeiro partido político feminino é criado – 1932 – Mulheres conquistam o direito ao voto – 1962 – É criado o Estatuto da Mulher Casada – 1974 – Mulheres conquistam o direito de portarem um cartão de crédito – 1977 – A Lei do Divórcio é aprovada – 1979 – Mulheres garantem o direito à prática do futebol – 1941 até 1979, foi eliminada – qualquer chance de atletas mulheres praticarem esportes – 1985 – É criada a primeira Delegacia da Mulher – 1988 – A Constituição Brasileira passa a reconhecer as mulheres como iguais aos homens – 2002 – “Falta da virgindade” deixa de ser motivo – 2006 – É sancionada a Lei Maria da Penha – 2015 – É aprovada a Lei do Feminicídio – 2018 – A importunação sexual feminina passou a ser considerado crime – 2021 – É criada lei para prevenir, reprimir e combater a violência política contra a mulher.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui