Municípios do CIS-Caparaó conhecem aterro e estrutura da empresa que presta serviço para destino final do lixo

45

Prefeitos e representantes de dez municípios consorciados do CIS-CAPARAÓ visitaram a sede da empresa Marca Ambiental (vencedora da licitação de destinação final de resíduos sólidos) em Cariacica – ES.

Os prefeitos Carlos Rodrigues (Chalé), Samuel Lopes de Lima (Conceição de Ipanema), Francisco de Paula Freitas (Santana do Manhuaçu) e Sergio Camilo (São João do Manhuaçu), que também é Presidente do CIS-CAPARAÓ, participam da visita.

Os municípios de Mutum, Lajinha, Taparuba, Reduto, Martins Soares e Simonésia estiveram presentes também com a participação de gestores e técnicos.

A Marca Ambiental é uma empresa pioneira e a maior do Espírito Santo em soluções completas para resíduos. Desde 1995 é referência em inovação, tecnologia, qualidade e respeito ao meio ambiente. Ela atua no gerenciamento integrado de resíduos para os setores de saneamento urbano, industrial, saúde, mineração, construção civil, portos, aeroportos, petróleo e gás, alimentos, entre outros.

Durante a visita, o supervisor Daniel Carazza, apresentou toda a estrutura da empresa e mostrou como é o processamento dos resíduos sólidos. O primeiro aterro sanitário privado do Espírito Santo é referência em gestão de resíduos sólidos no estado capixaba e no país. “A Marca Ambiental é especializada em multitecnologias para gerenciamento integrado de resíduos. Foi agraciada com vários prêmios, especialmente devido às suas práticas socioambientais inovadoras e sustentáveis”, destaca.

Com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que prevê a extinção de lixões no país, prefeituras e empresas têm de encaminhar adequadamente seus resíduos para empreendimentos especializados e devidamente licenciados para atuar no ramo de destinação e tratamento de resíduos sólidos. Em tempos de montar aterros sanitários pelo país afora, conhecer as instalações e o modo de trabalhar da Marca Ambiental equivale a uma aula prática sobre como devem ser esses empreendimentos, sejam eles públicos ou privados.

O CIS-CAPARAÓ promoveu uma licitação no ano passado e a empresa foi a vencedora. Agora, municípios consorciados estão aderindo e solucionando de vez o problema dos seus lixões à céu aberto. Na região, algumas cidades já iniciaram o envio dos resíduos sólidos para a Marca Ambiental.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui