Moradores do bairro Jardim Marajoara, protestam

2235

1Moradores do bairro Jardim Marajoara, zona sul, protestaram na manhã de hoje (10) contra a aprovação do substitutivo do Projeto de Lei (PL) 272/2015 sobre o zoneamento da cidade de São Paulo. Os manifestantes são contrários à construção de comércios e ao aumento da circulação de veículos no bairro, que hoje é estritamente residencial e com famílias de classe média alta.

O projeto de lei de zoneamento foi aprovado por unanimidade, na segunda-feira (7), pela Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente da Câmara dos Vereadores. O assunto dever ser discutido hoje em sessão extraordinária da Câmara, às 10h.

Na manifestação, os moradores seguraram cartazes e protestaram no cruzamento das avenidas Washington Luís e Interlagos, na zona sul, sem prejudicar o trânsito. Eduardo Ferraz, engenheiro civil e morador, reclamou que não houve consulta pública sobre a decisão. “Eles só atenderam aos interesses da associação comercial, e outros lobbies. A população mesmo não foi ouvida. Temos vários pedidos protocolados, relatórios técnicos, abaixo-assinados, mas eles não querem saber”, disse.

“A lei de zoneamento vai prejudicar muito a qualidade de vida dos moradores, aumento de tráfego, com os ruídos. Temos muita vegetação e fauna aqui, os animais que nós temos também vão sentir esses ruídos a mais de restaurantes, lojas, dentro da zona residencial”, defendeu Eduardo.

Elio Orfali, de 89 anos, mora no Jardim Marajoara há quase 60 anos. “Eu vi esse bairro se desenvolver, é fruto do estilo de vida das pessoas que vieram para cá. O projeto do bairro era esse, havia uma série de restrições tentando justamente preservar esse espírito”, relatou. “A vocação dos bairros tem que ser respeitada. A tradição preserva valores que demoram anos para serem conquistados”, acrescentou.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui