O povo de Manhuaçu vai protestar

164
Velório
Velório de Gutemberg, foto Jornal das Montanhas

O povo de Manhuaçu vai protestar

Diante do fato ocorrido com o Gutemberg, a família e amigos estão convidando o povo em geral para neste próximo sábado dia 10 fazer uma passeata pacífica protestando contra os descasos das autoridades públicas responsáveis por atendimento na saúde,  para que casos como este não venha acontecer novamente, não espere acontecer com um de seus familiares, venha ajudar a consertar Manhuaçu e o Brasil. Depois das manifestações pelo Brasil inteiro o povo não aceita mais irresponsabilidades do poder público.

VENHAM TODOS PARTICIPAR SÁBADO DIA 10 ÀS 13 HORAS EM FRENTE À PREFEITURA  DE MANHUAÇU A PASSEATA SEGUIRÁ ATÉ A UPA

Por Devair Guimarães de Oliveira
Nosso jornal desde 2003 circula em Manhuaçu e região e sempre publicando as denúncias das irregularidades e mau atendimento da saúde.  Na segunda feira postamos uma entrevista que fizemos com a Priscila irmão do Gutemberg falecido no domingo depois de ter procurado atendimento no SUS de Manhuaçu, mas infelizmente faleceu poucos minutos depois de ter saido sem ter sido atendido por um médico. São muitos casos já publicados por nós. Na justiça se arrastam alguns casos publicados por nós, dentre eles tem o caso de uma senhora grávida de 9 meses e de ter ido ao SUS duas vezes em um dia, sofrendo fortes dores e mesmo as outras senhoras ter deixado ela passar a frente para ser atendida a médica não atendeu, disse que ela poderia esperar e depois de mais de duas horas ela foi atendida, mandaram para o hospital fizeram a cesariana, mas o bebê já havia falecido.

São inúmeros casos que recebemos aqui na redação, veja esse comentário de Rosemere feito sobre a morte de Gutemberg, leiam outros comentários em nossa página: https://www.jm1.com.br/2013/08/mais-um-provavel-caso-de-negligencia-medica-no-sus-manhuacu/.
Infelizmente eu vivi uma situação parecida com minha mãe, há quatro meses. Ela chegou ao Pronto socorro com pressão alta e náuseas. Ela ficou de um dia para o outro em cima de uma maca, fez exames de sangue na hora que deu entrada, mas infelizmente os exames não foram vistos por nenhum médico e também nenhum médico foi até ao quarto ver o estado dela. Quando já tinha 24 horas que estávamos lá, ela piorou e comecei a gritar a enfermeira que disse que pra eu não me preocupar que ela estava bem. Com muito custo depois de insistir muito com ela que minha mãe não estava nada bem, a levamos em cima da maca pra sala onde os médicos ficam atendendo e já eram outros médicos que estavam ali e quando a médica viu que os exames feitos no dia anterior estavam constando que ela estava infartada, chegou a fazer esse comentário: “Mas ninguém viu que ela estava infartada?” Ela tem que ir pra UTI urgente! A médica simplesmente rasgou o prontuário do atendimento da falha do dia anterior na minha cara e eu estava tão transtornada que deixei e não fiz nada. Infelizmente não deu mais tempo de levar minha mãe pra UTI ela morreu na minha frente, e eu não pude fazer nada!!! Não tenho palavras pra descrever a minha revolta! ROSEMERE.

Veja o que disse Claudia ao nosso jornal

“Isto aconteceu comigo mais ou menos um mês atras, cheguei em casa de Manhuaçu, desci do carro, que dirigia, fui ao encontro do meu pai, começamos a conversar e em poucos segundos apaguei, recebi massagem cardíaca ate chegar no UPA, quando acordei estava numa maca, sem saber o que tinha acontecido, a enfermeira chegou até a mim e me mandou embora, alegando que era estres, quando cheguei na minha casa que era na zona rural mau entrei e passei mal de novo, meu pai me socorreu com muita rapidez e uma pessoa foi fazendo massagem de novo ate chegar la, desta vez, meu pai não passou pela sala e sim pelo portão, me deram vários choques até voltar, ai que descobriram que eu tinha infartado, e uma funcionária ainda falou para o médico, “ela saiu daqui a pouco tempo com a pressão a 22”. Deixo aqui meu relato e meus pêsames a família e gostaria de ressaltar que nós não somos poucos, isso vem acontecendo com muita frequência”. CLAUDIA.

Diante do fato ocorrido com o Gutemberg, a família e amigos estão convidando o povo em geral para neste próximo sábado dia 10 fazer uma passeata pacífica protestando contra os descasos das autoridades públicas responsáveis por atendimento na saúde,  para que casos como este não venha acontecer novamente, não espere acontecer com um de seus familiares, venha ajudar a consertar Manhuaçu e o Brasil. Depois das manifestações pelo Brasil inteiro o povo não aceita mais irresponsabilidades do poder público.

VENHAM TODOS PARTICIPAR SÁBADO DIA 10 ÀS 13 HORAS ENFRENTE A PREFEITURA A PASSEATA SEGUIRÁ ATÉ A UPA

Por Devair Guimarães de Oliveira
Nosso jornal desde 2003 circula em Manhuaçu e região e sempre publicando as denúncias das irregularidades e mau atendimento da saúde.  Na segunda feira postamos uma entrevista que fizemos com a Priscila irmão do Gutemberg falecido no domingo depois de ter procurado atendimento no SUS de Manhuaçu, mas infelizmente faleceu poucos minutos depois de ter saido sem ter sido atendido por um médico. São muitos casos já publicados por nós. Na justiça se arrastam alguns casos publicados por nós, dentre eles tem o caso de uma senhora grávida de 9 meses e de ter ido ao SUS duas vezes em um dia, sofrendo fortes dores e mesmo as outras senhoras ter deixado ela passar a frente para ser atendida a médica não atendeu, disse que ela poderia esperar e depois de mais de duas horas ela foi atendida, mandaram para o hospital fizeram a cesariana, mas o bebê já havia falecido.

São inúmeros casos que recebemos aqui na redação, veja esse comentário de Rosemere feito sobre a morte de Gutemberg, leia os demais comentários em nossa página .
Infelizmente eu vivi uma situação parecida com minha mãe, há quatro meses. Ela chegou ao Pronto socorro com pressão alta e náuseas. Ela ficou de um dia para o outro em cima de uma maca, fez exames de sangue na hora que deu entrada, mas infelizmente os exames não foram vistos por nenhum médico e também nenhum médico foi até ao quarto ver o estado dela. Quando já tinha 24 horas que estávamos lá, ela piorou e comecei a gritar a enfermeira que disse que pra eu não me preocupar que ela estava bem. Com muito custo depois de insistir muito com ela que minha mãe não estava nada bem, a levamos em cima da maca pra sala onde os médicos ficam atendendo e já eram outros médicos que estavam ali e quando a médica viu que os exames feitos no dia anterior estavam constando que ela estava infartada, chegou a fazer esse comentário: “Mas ninguém viu que ela estava infartada?” Ela tem que ir pra UTI urgente! A médica simplesmente rasgou o prontuário do atendimento da falha do dia anterior na minha cara e eu estava tão transtornada que deixei e não fiz nada. Infelizmente não deu mais tempo de levar minha mãe pra UTI ela morreu na minha frente, e eu não pude fazer nada!!! Não tenho palavras pra descrever a minha revolta!!! [email protected]

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui