Pets: como manter seu pet feliz mesmo sozinho em casa

44

Se você não sabe como manter seu pet feliz mesmo sozinho em casa, chegou ao lugar certo. A partir de agora, vamos listar diversas dicas para que você aprenda como tornar esse momento mais tranquilo e com menos traumas.

Após a leitura deste conteúdo, você estará mais preparado para sair de casa com segurança.

Evite despedidas no momento de saída

Um dos principais erros entre grande parte dos tutores é despedir-se do melhor amigo antes de sair da residência. Sabemos que esse momento é de tristeza, mas você não pode transmitir o sentimento para o pet.

O mais indicado é sair, fechar a porta, sair com calma e de forma natural. Dessa forma, o animal não ficará angustiado ou ansioso.

Muita gente não sabe, mas os cachorros sofrem de um sintoma que é denominado de ansiedade da separação. Diante dessa situação, eles têm uma sensação de pânico quando percebem que os tutores vão sair de casa.

Os cães são seres que não estão acostumados a viverem sozinhos. Eles sempre andam em bando e, quando ficam sem companhia, o estressante é bastante comum.

Para evitar problemas, o tutor deve mostrar que a saída de casa não deve ser encarada como um momento complicado. Pelo contrário, esse processo deve seguir naturalmente. Afinal, todo mundo sai ganhando.

Não faça festas após chegar em casa

Os pais de pet também precisam agir de forma natural quando chegam na residência. Sabemos que é difícil não demonstrar um comportamento de felicidade, mas a cautela é essencial para o bem-estar do seu melhor amigo.

A cena mais comum entre os tutores é chegar na residência, pegar o animal no colo, oferecer presentes ou petiscos. Geralmente, esse tipo de comportamento deixa o bicho bastante ansioso.

Para evitar esse tipo de reação, chegue em sua residência, organize os itens com cuidado e, após esse processo, está liberado dar carinho para o seu melhor amigo.

Passeie com o pet antes de ir para o trabalho

Outra dica interessante é passear com o Pet antes de sair da residência. Não é novidade para ninguém que os animais adoram caminhar. Uma simples saída de casa pode fazer com que eles tenham mais facilidade e fiquem relaxados. Dessa forma, ele não ficará tão triste com a sua ausência.

Use os brinquedos interativos ao seu favor

Os brinquedos interativos são os melhores amigos do pet, especialmente quando os tutores não estão em casa. No mercado, existem várias opções que é possível esconder os petiscos.

Esses brinquedos estimulam o pet a procurar o próprio petisco, trabalhando a autonomia do animal. Os acessórios são uma ótima alternativa de entretenimento para os períodos em que os tutores não estão presentes, reduzindo os sintomas de estresse e tristeza.

Espalhe petiscos para a casa

Você também pode espalhar petiscos e ração pela residência. Essa estratégia ajuda a entreter e distrair o pet. Vale esconder petiscos, ossinhos e ração quando estiver fora de casa. Essa simples atividade ocupa o tempo do animal, fazendo com que ele até esqueça que está sozinho.

Escolha vídeos para acalmar o pet

Vamos finalizar as nossas dicas falando sobre o poder dos vídeos. Existem diversos canais no Youtube com conteúdos que deixam os pets mais tranquilos, sejam em formato de vídeos ou áudios. Basta pesquisar as seguintes frases: “videos para acalmar pet” ou “músicas para acalmar pet”.

O cuidado com o pet não se resume apenas com carinho e brincadeiras. É importante ter atenção com outros fatores. Por isso, vale a pena acessar o blog Petvi. Nessa página, são publicadas diversas orientações para que os tutores cuidem do seu melhor amigo com mais tranquilidade e segurança. 

Após descobrir como manter seu pet feliz mesmo sozinho em casa, siga-nos nas redes sociais e conheça outras dicas interessantes sobre o mundo animal.

 

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui