Povo reclama da situação do cemitério no Distrito do Prata Lajinha/MG

530

Por Devair Guimarães de Oliveira
cemi 1D. Neuza residente em Vitória ES nascida no Distrito do Prata Lajinha/MG reclamou conosco e sugeriu que fizéssemos uma reportagem sobre a situação em que se encontra o cemitério do distrito. Segundo D. Neuza, que todos os anos visita o túmulo de seu avô, diz ter se mudado ainda bem pequena e que hoje não conhece mais ninguém na comunidade, mas ficou surpresa com o abandono em que se encontra o cemitério. Nossa reportagem ouviu algumas pessoas da comunidade no dia 2 e na terça-feira, 3, procuramos a presidente da câmara, Alzira Machado e o prefeito Sebastião Moreira para que eles pudessem dar suas versões, à assessoria da presidente não conseguiu localizá-la e Sandra assessora de gabinete do prefeito Sebastião Moreira nos informou que ele estava viajando. Deixamos na câmara e na prefeitura nosso telefone e endereço para que eles se pronunciem sobre o assunto.

 

 

 

 

 

Dona Iracema
Dona Iracema

D. Iracema Rodrigues Soares

 

 

 

 “Nós queremos é mais respeito com os mortos e mais organização, pois existem pessoas que pensam apenas em seus parentes, já observei isso. Eles pisam, jogam mato, amontoam sujeira até em cima das sepulturas. Tem que ter respeito aos mortos, aquele lugar é sagrado. Mesmo que alguém não tenha parentes sepultados, devem respeitar os outros. As pessoas não devem pisar em cima das sepulturas é falta de respeito. Porque como nós todos eles já foram vivos, temos que ter esse sentimento. Desde o tempo do Sr. Chiquinho que ele dizia que faltava um cano d’água no cemitério, muitos apoiaram, mas até hoje nada foi feito, tem também a subida que é uma rua de terra bem pequena precisa arrumar aquela subida, todo mundo reclama daquele barro, que precisa ser resolvido.

Todos da comunidade têm que fazer uma reunião, conversar e organizar, quando a gente viaja vemos nas cidades cemitérios bem zelados e ficamos pensando no nosso com essa situação. A subida ali é tão difícil, quando chove vira um lameiro, a falta de água encanada é outro problema no local, tudo isso foi falado, só não foi feito, já foi conversado, mas nunca ninguém se organiza.

Penso que o povo deveria fazer um abaixo assinado e levar na prefeitura, porque é a comunidade que está prejudicada. A comunidade tem que levar o problema para que ele tome conhecimento, temos que reunir, já que, justamente agora, estamos sem vereador, necessitamos da presença do prefeito na comunidade.”

Maria Helena Fialho Fernandes

“Eu como antiga moradora, nascida aqui no distrito, tenho vários parentes enterrados no cemitério, vejo necessidade em relação à chegada daquele cemitério, um lugar mal organizado, sujo, o espaço está pequeno para sepultamentos, necessita de uma ampliação, um cuidado maior, uma pessoa que pudesse realmente tomar conta do local, pois é um espaço no qual é o destino de todos. O cemitério faz parte da comunidade, a gente vê descaso pelas pessoas responsáveis, por isso meu pedido é que se coloque uma pessoa que realmente esteja comprometido a manter uma organização no cemitério, que cuide bem do local, que possa ser feita também uma rua de entrada com melhor acesso ao cemitério, que venha facilitar as pessoas sepultar os seus parentes e amigos.”

 

 

 

 

 

Maria de Lourdes
Maria de Lourdes

Maria de Lourdes Ribeiro

 

“Temos que ter respeito com os mortos e zelar pelo local, nosso cemitério está uma vergonha, na sexta feira eu e a Ivani fomos limpar os túmulos e tivemos que pular o portão porque a chave não estava lá, foi um custo para encontrarmos a chave, de um lado o cemitério já havia sido capinado e do outro lado muita sujeira e matos e começamos a limpar, acho um desrespeito quando vão fazer uma cova eles jogam as coisas em cima dos túmulos, não tem respeito, ali está precisando urgentemente de uma caixa com água, um sanitário porque tem pessoas que vem de outras localidades e não há nas proximidades um lugar onde possam pegar água para lavar os túmulos ou até mesmo lavar as mãos, pois todos nós sabemos que é um lugar sem higiene, estamos falando de um lugar bem antigo e maior que muitas cidades que existem por aí, hoje mesmo tinha gente precisando de sanitário e não tem nada disso. Tem aquela subidinha para o cemitério, é um morrinho muito escorregadio, acho que os responsáveis pelo município devem olhar essa parte, calçar a rua e tomar as demais providências, afinal onde estão indo os impostos do grande Distrito do Prata. Cadê a organização que existe em outros cemitérios, nesse aqui não há passarela, os túmulos estão todos amontoados e nem mais espaço tem, é preciso passar por cima dos túmulos com os caixões para o sepultamento, acho que deveria ter mais organização, a comunidade merece, mas acreditamos na sensibilidade do prefeito e esperamos uma solução.”

 

 

 

 

 

Geraldinho Mário
Geraldinho Mário

Geraldo Alves Ribeiro, mais conhecido como Geraldinho Mário

 

 

 

 

“Vejo um cemitério sem espaço, existem áreas em volta que estão à venda e isso seria a solução, falta rua calçada, a chegada é muito ruim, uma água encanada ali seria importante, mas não tem ainda, é preciso crescer o cemitério ou mudar de lugar porque não está havendo espaço mais para sepultar nenhuma pessoa. Tem muita gente enterrada ali que foram importantes para a comunidade, todos sentem porque está muito bagunçado, foi reformado o muro e colocado um portão, já fizeram até vandalismo antes, por falta de um portão, hoje essa parte foi solucionada, mas agora não tem mais espaço e está faltando muita coisa. Não sei se hoje tem solução, não tem beco e a chegada é péssima de chão batido e com a chuva fica escorregadio, não sei o que se deve fazer, mas do jeito que está não dá, acho que é preciso uma solução, está muito desorganizado mesmo.”

 

 Na falta da presidente da câmara ouvimos o vereador Renato do DEM, que se encontrava na casa legislativa no momento, deu sua opinião, prometeu fazer uma indicação e falar pessoalmente com o prefeito.

 

 

 

 

 

Vereador Renato
Vereador Renato

Vereador Renato

 

“É mais um problema dentre os vários que temos no município, ficamos chocados porque na verdade estão enterrados ali parentes de várias pessoas. A pessoa que uma vez por ano se dispõe a tirar uma data para visitar, olhar o túmulo e levar flores para seu ente querido chega ao cemitério e o encontra nesse estado, sem condições até mesmo de transitar e entrar no cemitério devido estar tumultuado, o espaço é pequeno, sepulturas praticamente feitas uma em cima da outra, não existe um espaço entre uma cova e outra e infelizmente são fatos que nos envergonham de estarmos falando. Como vereador do município vejo uma barbaridade dessa e fico preocupado, hoje mesmo estarei tomando providências, farei um ofício ao prefeito, fazendo uma indicação para que ele possa colocar uma pessoa responsável pelo cemitério e tomar as devidas providências o mais urgente possível, se de tudo não conseguirmos obter êxito vamos procurar o poder judiciário para ver o que podemos fazer para esse povo do distrito do Prata. Verificarei se já foram feitas indicações a respeito dessa subida do cemitério do distrito, se por acaso não tenha sido feita farei uma indicação, se tiver sido entrarei fazendo um pedido de emergência e correndo atrás para que possa ser feito o calçamento, que já era para ter sido feito, já que é um caso emergencial, se trata de uma subida para um cemitério e sabemos que no dia 2 de novembro  é o dia de finados, o dia que o povo vai até o cemitério,  sabemos que é um  período chuvoso, o prefeito já teria que estar preparado nesse sentido sabendo que o povo iria encontrar dificuldades para chegar até o local.”

Rua de terra, entrada do cemitério
Rua de terra, entrada do cemitério

5 COMENTÁRIOS

  1. Eu acho lamentável que essa situação esteja acontecendo,pois nós temos parentes seputados e sabemos como é isso; isso é uma falta de vergonha dos ‘pilantras’ que nos prometem tanta coisa e que realmente não fazem nada e só enche o bolso,e a prefeitura de Lajinha nem paga quem ela deve e para finalizar quero reclamar sobre a situação do asfalto na chegada do Distrito do Prata que está muito ruim e quando chove fica pior…….espero melhora!

  2. olha isso realmente e um descaso.
    tanto dos vereadores quanto do prefeito,,,
    o que vc esta fazendo ai sebastiao moreira?so recebendo?
    da um jeito de olhar as necessidades do povo!!!
    e essa sem duvida e uma grande necessidade…

  3. Enquanto a população de lajinha ficar dividida entre sapo e jacaré brigando entre si , isso vai continuar acontecendo .
    somente o dia em que o povo acordar isso vai mudar , muito antes de ser sapo ou jacaré somos uma , temos uma historia e precisamos nos despertar para isso .

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui