Registram maior número de consultas do setor financeiro para concessão de crédito

122

Um estudo da empresa de consultoria Serasa Experian indica que, do conjunto do cadastros de Pessoas Físicas (CPFs) consultados pelo sistema financeiro em 2011, 18,3% pertencem ao grupo chamado periferia jovem. Segundo a empresa, esse grupo representa 20,92% da população e é formado por jovens de baixa renda e com pouca qualificação, trabalhadores na informalidade e estudantes da periferia. Em 2010, essa parcela dos consumidores respondeu por 16% das consultas do setor financeiro.

De acordo com o levantamento, também aumentaram as consultas referentes aos grupos Brasil rural, de 11,8% em 2010 para 14,9% em 2011; envelhecendo no interior, de 3,4% para 3,8%; e assalariados urbanos, de 9% para 9,2%. No sentido contrário, aparecem empreendedores e comerciantes, cujo percentual passou de 13,3% para 12,7%; e aspirantes sociais, de 18,1% para 17,8%.

O grupo periferia jovem, no período de 2008 a 2011, foi o grupo social mais consultado pelas empresas de financiamento de veículos e leasing (25,9%), pelos segmento de cartões de crédito (25,6%) e pelos bancos e financeiras com foco em empréstimos para pessoas físicas (21,3%). No segmento de consórcios, ficou em segundo lugar, com 23,6% das consultas, perdendo apenas para o grupo Brasil Rural (31,5%).

Segundo os dados, há mais consultas no Sudeste, 46,8% do total da amostra, e menos no Norte, 7,1%. As mulheres são menos consultadas pelo segmento financeiro do que os homens (41,6% contra 58,4%). O único segmento que consulta mais CPFs de pessoas do sexo feminino é o de cartões de crédito (57). Por idade, a participação das pessoas com até 30 anos subiu de 30,5% para 33,1% do total de consultas entre 2008 e 2011, com destaque para a faixa de 19 a 25 anos. Já a participação das pessoas com mais de 40 anos de idade diminuiu nesse mesmo período (de 43,7% em 2008 para 41,1% em 2011).

Os jovens com até 30 anos de idade têm mais representatividade nos segmentos de consórcio (44,1%), financiamento de veículos e leasing (40,7%) e cartão de crédito (38,5%). No caso das pessoas com mais de 40 anos, a concentração é maior em bancos e financeiras com foco em empréstimos para pessoa jurídica (53,9%) e em bancos e financeiras de montadoras (49,7%).

Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui