Alemanha, Grã-Bretanha e França pedem à ONU adoção de resolução contra Síria

171

Os governos da Alemanha, Grã-Bretanha e França pressionam a Organização das Nações Unidas (ONU) a adotar uma resolução contra a Síria por denúncias de violação dos direitos humanos e exigindo o fim da violência no país. O representante da Alemanha nas Nações Unidas, Peter Wittig, disse que há apoio suficiente para aprovar a resolução.

 

Wittig informou que o objetivo da resolução é mostrar ao presidente da Síria, Bashar Al Assad, que ele está isolado e pedir que atenda aos apelos da comunidade internacional. Alemães, britânicos e franceses apresentaram a proposta à Comissão de Direitos Humanos da ONU.

 

No entanto, os governos da Rússia e China são contrários à adoção de sanções ao governo Assad. O governo do Brasil defende a busca do diálogo em substituição às medidas restritivas. Porém, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, ressalta que os atentados aos direitos humanos são inaceitáveis.

 

Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui