Coreia do Norte ‘executa cinco funcionários do Ministério da Economia depois de criticarem as políticas de Kim em um jantar’

69

Por Devair G. Oliveira
O mundo é mesmo injusto, não consigo entender porque a ONU (Organização das Nações Unidas), aceita estas e centenas de barbaridades cometidas pelos países onde não há liberdade, até que fico indignado, mas na realidade assim como os comunistas infiltraram nas igrejas e conseguiu até eleger um Papa, não foi diferente elegerem a cúpula dos dirigentes da ONU, é por isso que assistimos atônitos estas disparidades com os povos em que seus dirigentes desprezam o cristianismo e aplicam pena de morte por motivos dos mais banais, bastam desagradar os chefes. 

Acredita-se que os oficiais do Partido Comunista foram baleados por um pelotão de fuzilamento em 30 de julho. Os cinco homens discutiram abertamente a economia estagnada em um estado-nação militarizado

E agora a família sofre duas vezes, sofre a perda dos familiares, possivelmente os responsáveis pelas família que agora foram foram transferidas para um acampamento político em Yodeok

Segundo noticiou o jornal Maio Online  a Coréia do Norte executou cinco funcionários do Ministério da Economia após criticarem as políticas de Kim Jong-Un, de acordo com relatórios.

A Coreia do Norte executou cinco funcionários do Ministério da Economia após criticarem as políticas de Kim Jong-Un, de acordo com relatórios

Os detalhes da conversa foram informados aos chefes antes de serem convocados para uma reunião e presos pela polícia secreta. 
Os cinco homens, que estavam participando de um jantar, discutiram abertamente a economia estagnada no Estado-nação militarizado, bem como a necessidade de reforma industrial, uma vez que continua a produzir poucos bens de consumo para seus cidadãos pobres. 

Os funcionários falaram sobre a necessidade da Coreia do Norte buscar cooperação estrangeira para superar as sanções comerciais que se aproximam, de acordo com o jornal os chefes do Ministério da Economia, assim como o próprio Kim Jong-Un, foram informados sobre os comentários antes que as autoridades iniciassem uma investigação interna.  

A Corea do Norte é um país pobre que tem apenas 3% de suas estradas asfaltadas, pois como acontecem com os países comunistas, todo o dinheiro é para desenvolver armamentos e mordomia para os chefões. E o pior de tudo isso é que os funcionários foram forçados a confessar que estavam minando o regime.

 

+2

 

Acredita-se que os dirigentes do Partido Comunista foram baleados por um pelotão de fuzilamento em 30 de julho, após falarem sobre as políticas econômicas do regime que tornaram o país uma das nações mais pobres do mundo (Kim Jong-Un na foto)

Isso acontece depois que foi relatado que Kim Jong-Un exibiu a cabeça de seu tio após executar o poderoso general por meio de um pelotão de fuzilamento.

Fonte jornal Maio Online do Reino Unido

 

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui