Médicos e empresas farmacêuticas fazem primeira greve de 2012 da Grécia

209

Médicos e funcionários de empresas farmacêuticas iniciaram hoje (2) a primeira greve da Grécia em 2012, em resposta a mudanças no sistema de saúde estatal e à previsão de corte de custos de medicamentos.

As medidas são parte dos planos do governo para cortar gastos, na tentativa de conter o seu endividamento e a forte crise que assola o país europeu.

Um porta-voz do governo disse hoje que o país precisará de ainda mais reformas para conseguir cumprir os termos exigidos pelos credores internacionais, que financiaram os dois pacotes de resgate financeiro gregos.

Na semana passada, foi a vez de funcionários da Receita e de museus promoverem greves, por causa de demandas salariais.

Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui