Peru, presidente toma a frente de negociações para revisão de fronteira

163

O presidente do Peru, Ollanta Humala, convocou uma reunião com com os representantes do país no Tribunal Internacional de Haia – José Garcia Belaunde e García Belaunde – para discutir o impasse envolvendo a questão marítima com o Chile. O processo em Haia deve durar um ano e começa em 2012, terminando apenas em 2013.

O Peru e o Chile divergem sobre um acordo fronteiriço envolvendo a questão marítima. Os peruanos reivindicam a definição de uma fronteira que não seja paralela, como é atualmente, e que reconsidere o território marítimo. O Chile discorda do pedido de alteração.

No período de 1952 a 1954, os governos dos dois países assinaram acordos de pesca e assentamento. O acordo tem sido respeitado por ambos. Em 2008, os peruanos pediram a revisão dos termos no Tribunal Internacional de Haia.

Durante o processo de negociação que antecedeu o envio da ação a Haia, o presidente do Peru e o do Chile, Sebastián Piñera, concordaram em aceitar a decisão do tribunal internacional e em seguir as orientações definidas pelos magistrados.

 

Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui