A revolução das criptomoedas e o sistema bancário, o PIX vem aí

316

Devair G. Oliveira                                                       Conheça a Freecoin
Desde janeiro que venho divulgando matérias  sobre o atual sistema financeiro que irá passar por uma transformação, embora o Presidente Bolsonaro em uma entrevista perguntado sobre o assunto ele falou que os bancos terão ainda uns 10 anos, mas é lógico que ele sabe que a nova tecnologia das blockchain veio para mudar todo o sistema financeiro mundial, tanto que ele já está adiantando o novo sistema financeiro do Brasil, este sistema lançado pouco tempo do PIX, já é uma preparação da criptomoeda brasileira, este atual sistema bancário já está ultrapassado, os brasileiros já estão experimentando pagar e receber contas através das Exchange (operadora de criptomoedas) é um sistema financeiro online em que você compra, troca ou vende todos os tipos de ativos financeiros que são operados pelas Exchanges sem burocracia e ultrarrápido, com alguns clics em seu celular.

As coisas estão caminhando muito rápido é o que estamos vendo no mundo inteiro e em pouquíssimo tempo teremos um mundo mais igualitário, não é atoa que a imprensa do bem tem divulgados o que tem feito à operação Storm, não divulgada pela imprensa comprada e vendida, mas a luz está vencendo as trevas e em pouquíssimos meses o mundo será outro totalmente diferente e muito melhor para se viver.

O PIX usará a mesma tecnologia das criptomoedas, onde o cidadão vai poder receber transferir e pagar suas contas independente de horário ou feriados, o novo sistema vai funcionar 24 horas e 7 dias por semana.

Foi só o presidente anunciar o PIX, que alguns bancos já estão preparando para implantar também o novo sistema.  O Banco Inter (SA:BIDI4)  já está convidando seus clientes a promoverem a integração com o PIX.

Conforme noticiou o portal fdr, o Banco vai oferecer a forma de pagamento pelo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central.

Por isso, o Inter já está realizando o pré-cadastrado de seus usuários.

Chave do PIX

O Banco informou aos clientes, via mensagem, que a partir do dia 5 de outubro já será possível ter acesso à chave do PIX. Para o caso do Banco, a chave será o CPF do cliente.

Assim, através do seu número do documento, o usuário poderá realizar ou receber pagamentos para qualquer instituição bancária e a qualquer momento.

O lançamento oficial do PIX, como já informou o BACEN, será em novembro.

O Inter detalhou que os clientes podem criar as novas chaves acessando o Menu do PIX no aplicativo do banco. Além do CPF, será possível criar chaves com e-mail, número de celular ou com um Endereço Virtual de Pagamento.

Como fazer/receber um PIX

O Banco Inter já disponibilizou em seu site algumas instruções para que seus clientes aprendam a utilizar o PIX. Por exemplo, o banco detalha como fazer ou receber um PIX:

Para fazer um PIX, o cliente pode:

  • Ler um QR Code com a câmera do smartphone;
  • Abrir um link enviado pelo recebedor ou
  • Informar uma chave para endereçamento, por meio da opção disponibilizada pela instituição financeira ou de pagamento no aplicativo instalado no smartphone do usuário.

Para receber um PIX, o cliente pode:

  • Gerar um QR Code e apresentá-lo ao pagador;
  • Gerar um link e enviá-lo ao pagador; ou
  • Informar ao pagador sua chave para endereçamento, que pode ser CPF/CNPJ, e-mail, telefone celular ou EVP (endereço virtual de pagamento).

Assim que a transação for concluída, o recurso será imediatamente encaminhado para a conta do recebedor. Além disso, ele será notificado em tempo real sobre a confirmação do crédito em conta.

O QR Code pode ser gerado uma única vez ou pode ser gerado a cada nova transação.

Caso o cliente não queira gerar o QR Code ou o link ou informar a chave, há a opção de informar os dados completos de sua conta ao pagador. Nesse caso, ele precisará inserir os dados manualmente.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui