Diretor de cadeia é executado em Santa Luzia

232
Local onde encontraram Diovane Cardoso Ribeiro.

Diovane Cardoso Ribeiro, diretor da cadeia de Lagoa Santa, foi encontrado morto, com tiros na cabeça, dentro de um Stilo prata

De acordo com a Polícia Militar de Santa Luzia, Diovane Cardoso Ribeiro, diretor da cadeia pública de Lagoa Santa, foi encontrado morto, com tiros na cabeça, dentro de um Fiat Stilo de cor preta, placa HJP 5680, na estrada de terra Alta Maravilha, no Bairro Frimisa, em Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Conforme os militares que estiveram no local, o carro foi encontrado por volta de 15 horas, ainda com faróis acesos, com os vidros fechados e com uma marca de tiro na janela do motorista, na estrada de terra Alto das Maravilhas. Um revólver foi encontrado nas mãos do diretor assassinado que estava vestindo um terno. O tiro atingiu a cabeça da vítima.

Dezenas de viaturas das polícias Militar e Civil e vários delegados, incluindo Edson Moreira e Vagner Pinto, foram ao local.

Diovane Cardoso estava desaparecido deste as 17 horas dessa terça-feira (8), quando saiu do trabalho em direção a Puc do bairro Coração Eucarístico, onde estudava. Ainda não há suspeitos do assassinato. O diretor teria pego o veículo emprestado com um amigo depois que o dele apresentou problemas mecânicos. Em seguida foi para a faculdade e não deu mais notícias. O amigo da vítima e seus familiares procuraram a Delegacia de Desaparecidos ainda na terça, quando as buscas começaram.

Fonte:  Hoje em dia.

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui