007 brasileiro é político reeleito

106

Senhoras e senhores, abram seus olhos. É ano de eleição, vamos renovar nosso quadro político. Caso não concorde com o tratamento que os cabeças de camarão, tratam a população. Eleja bons candidatos. Chega de raposas velhas. Pense nisto.

 Leia com atenção os planos de governo dos caça votos. Cuidado com o que lhe prometem. Pare de acreditar em fada do dente, Papai Noel, transposição do São Francisco, veículos leves sobre trilhos e obras faraônicas. Sem a lâmpada de Aladim, não há como concluir.

A realidade do país é outra, caso seu candidato apresente a solução para acabar com sua fome, em uma página. Fuja desse doido. As letras miúdas do contrato dizem que, você vendeu a alma para o diabo (ele) e veio cobrar a dívida. Não adianta espernear, orar, pedir ajuda ao código de defesa do consumidor. Relaxa, você sabe que dói menos. Já passou por outras eleições que acabaram do mesmo jeito. Promessas não cumpridas, obras inacabadas, desvios de verbas e outras conversas que se repetem a cada quatro anos. Também não adianta chamar o VAR, você fez a falta, reelegeu. Todo mundo viu.

Há anos políticos neste país são eleitos, reeleitos e não param de roubar, desviar, fazer leis absurdas (fundo partidário, décimo quinto salário). Por um simples motivo, o eleitor não vê qualquer absurdo em reeleger pessoas, que matam a população brasileira todos os dias.

 Quando você for ao posto de saúde, às quatro da manhã, no frio e já não existirem mais fichas este mês. Não fique bravo, você ajudou a reeleger um Zé ruela. Este, aprovou uma lei que diz: “deputados, senadores, parentes destes em qualquer grau, também o totó a mimosa, têm plano de saúde pago pelo eleitor, sem limites de gastos”. Que maravilha esta lei.

Veja, ao reeleger, vendeu sua alma para o diabo. Ou você acha que está tudo certo? Ok, então lembre que, caso esteja vivo mês que vem, acorde às três da manhã para marcar sua consulta. Só não esqueça, agora serão sessenta dias. Para este mês não tem mais fichas.

O país só não muda, se o eleitor achar que está tudo bem.

O escritor do lago

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui