Líder do governo apela à oposição para que não atrapalhe prorrogação da DRU

178
Deputado Cândido Vaccarezza

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), fez um apelo para que a oposição não obstrua as votações do projeto que prorroga a Desvinculação das Receitas da União (DRU). A votação em primeiro turno da proposta de emenda à Constituição (PEC) deverá ocorrer na semana que vem, na Câmara.

“Quero pedir o bom senso deles [da oposição]”, disse. “Mas, se for o caso deles quererem uma canseira, estamos preparados”, completou. Vaccarezza previu que a votação em dois turnos da matéria deve levar mais de 30 horas. “Por isso, queremos um acordo de procedimento com a oposição para que não demore tanto”.

Vaccarezza reconheceu que o governo não está satisfeito com o ritmo de liberação de emendas parlamentares. Mas negou que o fato tenha relação com a votação da DRU. “As emendas já estão liberadas, mas há uma burocracia que impede a rapidez. Queremos acelerar a liberação, não por causa da DRU, mas porque elas [as emendas] já estão liberadas”, disse.

O governo está confiante na aprovação da PEC. E conta, inclusive, com o apoio do recém-criado PSD. “Eles já decidiram votar a favor da DRU. Só aí são 55 deputados”, ressaltou. O líder disse, ainda, que a votação do projeto que trata da divisão dos royalties do petróleo do pré-sal segue o ritmo normal de tramitação na Câmara. Hoje, o presidente Marco Maia (PT-RS) deverá criar comissão especial para analisar a matéria. Paralelamente, uma câmara de negociação deverá ser montada para tentar um acordo entre estados produtores e não produtores de petróleo.

 

Agência Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui