PMDB terá maior número de prefeitos entre as cidades mais pobres e mais ricas do país

72

O PMDB é o partido que elegeu maior número de prefeitos tanto em municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) quanto nos de melhor avalição da qualidade de vida dos moradores.

Do total de 908 municípios com IDH até 0,601, índice considerado baixo, o partido terá o comando de 150, o equivalente a 16,5%. Nos 562 municípios com os índices mais altos (acima de 0,601), o PMDB estará em 127 prefeituras, 22,6%.

Para chegar a estes números, a Agência Brasil usou os resultados das eleições apurados até o momento pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Significa que foram excluídos os 50 municípios onde haverá segundo turno.

O IDH varia de 0 a 1. Quanto mais próximo de 1, melhores são condições de vida nos municípios. Até 0,5, o IDH é considerado baixo; entre 0,5 e 0,6, médio-baixo. Acima de 0,6, o IDH pode ser médio (de 0,6 a 0,7), médio-alto (entre 0,7 e 0,8) ou alto (acima de 0,8).

O IDH é um índice usado para avaliar a qualidade de vida de um local. O índice pode se referir a países, estados, regiões ou municípios. O cálculo é feito por uma fórmula composta pela expectativa de vida, pelo Produto Interno Bruto (PIB) per capita e pelo índice de escolaridade da população. O objetivo é levantar as condições de saúde, renda e educação.

Nos municípios com índices mais baixos, o PMBD lidera em 150, seguido pelo PSB com 112 das 908 prefeituras (12,39%). O PSD administrará 104 (11,45%); PT, 82 (9%) e PSDB 70 (7,7%).

As prefeituras dos municípios com IDH mais alto – excluídas as que terão segundo turno, serão ocupadas na maioria pelo PMDB (127), seguido pelo PT, com 81 (14,4%) das 562 prefeituras; pelo PP, 80 (14,2%); pelo PSDB 75 (13,3%) e pelo PSD 38, o que representa 6,7% do total.

O PMDB também encabeça a liderança no comando de prefeituras onde o PIB é inferior a R$ 50 milhões. São 1.938 municípios nessa classificação, dos quais 350 terão um peemedebista no comando (18%). Seguem PSDB, com 231 prefeituras (11,9%); o PSD, com 171 (8,8%); o PT, com 170 (8,7%) e o PSB, com 160 (8,2%).

O PIB é a soma de tudo que é produzido em uma economia – no caso, no âmbito municipal. De acordo com a última estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre os PIBs municipais, de 2009, os pequenos municípios produzem cerca de R$ 3,2 bilhões anualmente.

Agencia Brasil

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui