Avanço da gripe provoca aumento na busca por exames que detectam os vírus

28

Unidades do Grupo Sabin em São Paulo registram crescimento da procura por testagem. Em Campinas, elevação é superior a 368%

Janeiro, 2022. Passadas as celebrações de Ano Novo, o avanço da gripe em todo o país é mais um desafio na área da saúde. De norte a sul do país, o aumento de casos de influenza, especialmente do subtipo H3N2, tem provocado maior busca às redes pública e privada de saúde para a realização dos testes que detectam o agente causador da doença.

No Estado de São Paulo, onde 50 óbitos por influenza foram registrados em 2021 — segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde — as autoridades redobram a atenção para evitar consequências graves do surto. Na capital, os casos de gripe já passam de 112 mil, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. 
A pouco mais de 90 quilômetros da capital, em Campinas, a realidade não é diferente. O Sistema Único de Saúde (SUS) da cidade registrou aumento de internações de pacientes com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). Segundo a Secretaria de Saúde do Município, até o último dia 15, mais de 1.030 crianças foram hospitalizadas e para tentar de conter o aumento das ocorrências de doenças respiratórias, as autoridades de saúde intensificam esforços e investem em ferramentas que dão suporte aos pacientes para identificação do vírus e indicação correta de tratamento.

A atuação eficiente da rede privada de saúde também tem sido aliada fundamental nesta jornada. Na rede de Laboratórios do Grupo Sabin em Campinas, a comparação da quantidade de testagem para gripe constata esta realidade. De acordo levantamento da empresa, entre os meses de outubro e dezembro, a procura por exames que detectam os vírus causadores da gripe triplicou. “Neste período, detectamos um crescimento de 368% na busca pelos testes que identificam o vírus influenza. Este percentual nos mostra que a população tem se informado e, mais que isso, procurado atendimento correto, na hora certa, para que este cenário epidemiológico preocupante não se agrave”, observou o médico patologista clínico do Grupo Sabin, Dr. Alex Galoro.

O especialista destacou ainda que, neste momento, a identificação dos tipos de cepas virais circulantes é fundamental para que as autoridades de saúde analisem o comportamento do vírus da gripe. “Além de proporcionar tratamento correto, a detecção rápida e precisa auxilia no controle epidemiológico e desafoga as unidades públicas de saúde”, explica. Além disso, reitera Galoro, “com os indicadores corretos, é possível oferecer subsídios para que as secretarias de saúde desenvolvam ações mais efetivas de assistência, vacinação, campanhas educacionais de saúde, e, se necessário, intervenções em tempo hábil”.

Inovação de exames garante mais precisão e eficiência diagnóstica

Com um portfólio que oferta 9 tipos de exames para diagnóstico preciso e seguro dos vírus, o Grupo Sabin investe continuamente na expansão de opções para que os pacientes tenham acesso ao que há de mais inovador em serviços de saúde, como o Mini Painel Respiratório, o teste para detecção de 4 vírus respiratórios em coleta única.

Desenvolvido com tecnologia de ponta, o exame permite detecção simultânea dos vírus SARS-Cov-2, Influenza A e B, e Sincicial Respiratório, com apenas uma amostra. Eficaz, indolor e seguro, o “Mini Painel Respiratório” do Grupo Sabin, é recomendado para aplicação em pacientes de todas as idades, o exame é indicado a partir do 1º dia de sintomas gripais e com uma única amostra é possível detectar a presença de 4 vírus simultaneamente: SARS-Cov-2, Influenzas A e B, e Sincicial Respiratório.

Com coleta simples, a partir do método RT-PCR (via swab nasal ou coleta de saliva), o exame é também mais um aliado no combate a Covid 19. “Utilizamos a técnica RT-PCR para garantir melhor especificidade e mais sensibilidade, assim contamos com um diagnóstico preciso e em casos de detecção do Coronavírus, por exemplo, é possível isolar o paciente, conter a propagação do vírus e até mesmo mitigar os casos” destacou o médico e Diretor Técnico do Grupo Sabin, Dr. Galoro.

Disponível nas unidades COVID, espaços drive-thru, serviço móvel e unidades hospitalares, o exame foi mais um avanço nas estratégias de atuação do Grupo Sabin para garantir aos seus mais de 5,7 milhões de clientes saúde de excelência, atendimento personalizado e diferenciado, diagnóstico seguro e ágil para rápido desfecho clínico e melhor jornada do paciente.

Serviço: O portfólio do Grupo Sabin tem mais de 7.000 negócios de saúde especializados em análises clínicas, diagnóstico por imagem, check up executivo, imunização e atenção primária à saúde. Em Campinas, o “MiniPainel Respiratório” pode ser realizado no modelo de atendimento drive-thru ou no serviço de coleta domiciliar.

 

 
 
 

Fundação Cristiano Varella 728

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui