Campanha de prevenção à AIDS

274

Campanha de prevenção à AIDS no Carnaval chega ao Leste Mineiro.
As parcerias entre a Saúde Estadual e instituições mineiras para conscientização dos foliões sobre a prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) e AIDS repercutem em outras regiões de Minas. Desta vez, a região Leste, por meio da Gerência Regional de Saúde de Governador Valadares (GRS-GV), responsável por 51 municípios da região Leste, em conjunto com o Centro de Referência em Atenção Especial à Saúde (CRASE), promoveram desde quinta-feira (19-02), ações da campanha de prevenção à AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis. Foram distribuídos milhares de preservativos, porta-camisinhas e material informativo.

Em Governador Valadares, que tradicionalmente nesta ocasião, não tem carnaval de rua, a distribuição está concentrada nas Estações Rodoviária e Ferroviária e em blitz educativas realizadas nas rodovias. A iniciativa contou ainda com apoio da mineradora Vale, Polícia Rodoviária Estadual e o Serviço Nacional de Aprendizagem de Transporte associado ao Serviço Social do Transporte SEST/SENAT

Para a referência técnica em DST-Aids da GRS-GV, Sônia Galvão, essa iniciativa vem reafirmar a missão da Regional na prevenção e assistência em Doenças Sexualmente Transmissíveis. “Além da distribuição de insumos, cabe a nós monitorar e acompanhar os municípios não só no carnaval, mas durante todo o ano, o que é feito através dos Relatórios de Acompanhamento de cada localidade”, afirmou.

Na campanha do carnaval deste ano, a GRS-GV totalizará a distribuição de cerca de 150 mil preservativos, sendo 115 mil para os 51 municípios sob sua jurisdição na região Leste; 9 mil camisinhas masculinas e 500 femininas para CRASE. Outras 7 mil unidades já foram encaminhadas ao SEST-SENAT, mais 7 mil também para a Vale e cerca de 3 mil para a empresa Santer, que fará um trabalho interno com seus funcionários e ainda mais 3 mil unidades para os trabalhadores da Usina Baguari, localizada em Governador Valadares.

Neste ano, o slogan da campanha é “Sexo não tem idade para acabar. Proteção também não” e o público prioritário é formado por mulheres com mais de 50 anos, já que pesquisa de comportamento do Ministério da Saúde realizada em 2008, apontou que 72% das brasileiras nesta faixa etária não têm o hábito de usar preservativo, nem mesmo nas relações eventuais. Além disso, dados epidemiológicos do Ministério confirmam que a incidência do HIV praticamente dobrou nessa população.

Ações

O CRASE montou desde quinta-feira (18-02), nas estações Rodoviária e Ferroviária, postos de distribuição de panfletos educativos e camisinhas. Na Estação de Trens a atividade estava sendo desenvolvida em conjunto com a Equipe do Programa de Educação nos Trilhos da Vale e só no dia primeiro dia foram distribuídas cerca de 3,5 mil camisinhas para os passageiros com destino BH-Vitória e Vitória-BH. Já o SEST-SENAT direcionou o seu foco para os trabalhadores de transporte rodoviário, com distribuição dos Kits nos postos da Polícia Rodoviária Federal.

Rosemary Abiackel, 49 anos, natural de Jacaraípe (ES), que estava em Governador Valadares e esperava o trem para retornar a Vitória aprovou a iniciativa do Estado. “Com campanhas educacionais e de conscientização como esta é que se poderá controlar a doença”, ressaltou. Para Ademilson Martins, 29 anos, que aguardava o ônibus para o Espírito Santo, ações neste período são sempre positivas. ”A população tem de se tocar que deve se prevenir principalmente nesta época de carnaval”.

Na sexta-feira (20-02), a GRS-GV fez uma blitz educacional, com o apoio da Polícia Rodoviária Estadual na MG-259 com BR-116, na saída para Guanhães, distribuindo cerca de 12 mil camisinhas, porta-camisinha e panfletos educativos. Geraldo Soalheiro, 38 anos, passava pelo local e salientou que é extremamente importante sensibilizar e informar as pessoas sobre os perigos da contaminação pelo HIV. “Todos têm de se conscientizar que não existe mais essa de grupo de risco e sim situação de risco”, finalizou.

Fundação Cristiano Varella 728

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui