Covid-19: prefeitura do Rio de Janeiro aumenta multa por aglomerações

82

As multas poderão chegar a R$ 26 mil em caso de reincidência

Por Vinícius Lisboa – Repórter da Agência Brasil – Rio de Janeiro

A prefeitura do Rio de Janeiro avalia que as curvas de contágio do novo coronavírus não caíram como era esperado e, por isso, as infrações dos estabelecimentos que permitirem aglomerações passarão a ser consideradas gravíssimas. Com o endurecimento da punição, as multas poderão chegar a R$ 26 mil em caso de reincidência e a interdição será de sete dias, com a possibilidade de cassação de alvará em “casos extremos”.

Covid-19

O estado do Rio de Janeiro chegou hoje (18) a 249.798 casos confirmados acumulados e 17.575 mortes causadas pela covid-19. Segundo a secretaria estadual de Saúde, há 396 óbitos em investigação e 354 foram descartados. Entre os casos confirmados, 226.873 pacientes se recuperaram da doença.

A capital registra 97.612 casos confirmados e 10.449 mortes.

Ouça na Radioagência Nacional:

Convênio 

A prefeitura do Rio de Janeiro e o governo federal firmaram um convênio para abrir 95 leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) os hospitais de referência do município. Com o fechamento de vagas estaduais e na rede privada, a ocupação dos leitos municipais chegou a 85%, diz a prefeitura, que afirma que a sua rede hospitalar ficou “sobrecarregada”.

Os leitos serão abertos no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla e no Hospital de Campanha do Riocentro, que concentram as internações por covid-19 na rede municipal.

Edição: Liliane Farias

Fundação Cristiano Varella 728

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui