Minas tem a melhor cobertura vacinal contra o sarampo na Região Sudeste

647

Primeira fase da campanha de vacinação contra a doença terminou sexta-feira (25/10)

Dados do Ministério da Saúde apontam que Minas Gerais conseguiu atingir a melhor cobertura vacinal contra o sarampo entre os estados do Sudeste e a terceira melhor do país. Os números foram alcançados com a campanha nacional e levam em conta crianças de 1 a 2 anos de idade, faixa etária que tem a vacinação preconizada dentro do calendário vacinal.

Até o momento foram aplicadas 205.176 doses, superando a meta de 95% de crianças imunizadas de acordo com o calendário, totalizando uma cobertura de 104,83%. Essa taxa pode ser justificada devido à procura de pessoas residentes em municípios de estados que fazem divisa com o território mineiro, bem como crianças que ainda não estavam registradas no sistema utilizado para calcular o quantitativo que pode receber as doses. A vacinação no âmbito da mobilização nacional termina nesta sexta-feira (25/10), e abrange também os bebês de 6 a 11 meses, bem como o público de menores de 5 anos.

Segundo a coordenadora estadual do Programa de Imunizações da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Josianne Dias Gusmão, em todo o período da campanha e, sobretudo no último sábado (19/10), quando foi realizado o Dia D, houve grande mobilização dos municípios mineiros e adesão do público, o que ajuda a explicar os bons números. “Tivemos um movimento que não era visto há muito tempo, com uma resposta muito boa, tanto por parte das equipes municipais quanto da população, que procurou os serviços de saúde e teve grande participação”, ressalta.

Josianne Gusmão salienta que o Estado promoveu ações próprias, com a produção de material de campanha específico, estratégias para ampliar o espaço de mídia sobre a vacinação e monitoramento da situação das cidades com menores índices de cobertura, de modo a estimular o aumento do público vacinado. “Foram algumas ações diferenciadas, que nos ajudaram a alcançar esses índices. Temos que considerar que se trata de uma tarefa complexa, pois o território estadual é muito grande, com 853 municípios”, destaca.

Mesmo a faixa etária de crianças menores de um ano, que não compõem o público habitual da vacinação contra o sarampo, apresentaram boa adesão à campanha. “Foram, até agora, 86.753 doses aplicadas, o que corresponde a uma cobertura de 88,65%”, aponta a coordenadora.

Segunda fase

Após o encerramento da primeira fase da campanha, na sexta (25/10), Minas vai se preparar para a segunda etapa. De 18 a 30 de novembro, o público alvo será o de pessoas entre 20 a 29 anos. Os jovens devem ter comprovadas ao menos duas doses da vacina que tenha componente contra o sarampo para serem considerados protegidos da doença. “A cobertura para essa população está aquém do necessário, atualmente em 3,74%. É um desafio ampliar os índices, mas devemos nos preparar e buscar divulgar para todos a importância da vacinação contra o sarampo e de manter o cartão de vacina atualizado”.

A coordenadora estadual lembra que, apesar do período específico de campanha, não é necessário aguardar as datas da mobilização nacional para ser vacinado. “A vacina contra o sarampo faz parte do calendário nacional de vacinação e está disponível durante todo o ano nas unidades de Saúde”.

Josianne Gusmão informa que a SES-MG também desenvolverá ações estratégicas para a segunda etapa, com alinhamentos junto às regionais de Saúde, visando o aumento das coberturas vacinais. “É muito importante melhorar a cobertura junto a esse público. A vacinação traz benefícios não só para quem vacina, mas protege também seus familiares e amigos. Além disso, trata-se de uma oportunidade para atualização do cartão de vacina, fazendo com que outras doenças também possam ser evitadas”, finaliza.

Outras informações estão disponíveis em www.saude.mg.gov.br/sarampo.

Agência Minas

Fundação Cristiano Varella 728

FAÇA UM COMENTÁRIO

Por favor digite um comentário
Por favor digite seu nome aqui